Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Oeste na rota da PSP na operação de combate ao tráfico de droga que deteve 18 pessoas

PSP 0196

Caldas da Rainha foi o concelho do Oeste que integrou a lista da PSP numa operação de combate ao tráfico de droga, que decorreu em vários concelhos dos distritos de Lisboa e Leiria, na qual foram detidas hoje 18 pessoas e que envolveu entre 300 e 400 agentes.

Em declarações aos jornalistas no Bairro do Alto da Loba, em Paço de Arcos, no concelho de Oeiras, cerca das 10h20, o comissário da PSP Alberto Lino adiantou que até àquela hora tinham sido detidas 18 pessoas, por posse de arma proibida, como armas de fogo, 'tasers' e bastões extensíveis, e também por posse de droga, haxixe e cocaína.

"O nosso trabalho hoje foi direcionado para os concelhos de Oeiras, Sintra, Amadora, Caldas da Rainha e Marinha Grande, sendo que o epicentro da investigação e para onde direcionámos a maior parte do efectivo policial foi para aqui para o Bairro do Alto da Loba", acrescentou, indicando que estiveram envolvidos nesta operação "entre 300 e 400 elementos policiais".

O porta-voz da PSP revelou que a investigação decorria “há cerca de um ano e meio” e que “grande parte do grupo” é residente no concelho de Oeiras, onde o tráfico de droga era maioritariamente realizado. “A estrutura central é daqui de Oeiras, mas há sempre ramificações de compras, vendas, pessoas que moravam aqui e agora moram noutros locais”, acrescentou, para explicar também a realização de buscas noutros concelhos dos distritos de Lisboa e de Leiria. Segundo o comissário, foi apreendido "bastante produto" que se suspeita ser haxixe e cocaína, "bastante dinheiro", além de uma caçadeira de canos serrados, uma pistola, duas ‘tasers’ e um bastão extensível. O comissário remeteu para mais tarde uma actualização dos dados finais da operação, designadamente o número de detidos e de droga e armas apreendidas, uma vez que a operação ainda decorria.

Nesta operação, acrescentou, foram utilizadas "quase todas as valências" da Polícia de Segurança Pública, desde o grupo de operações especiais, o corpo de intervenção, o grupo cinotécnico, elementos da divisão de trânsito, da investigação criminal e agentes das esquadras. Os detidos vão ser sujeitos a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

A PSP tinha anunciado hoje de manhã que estava a desenvolver uma operação "de grande envergadura" de combate ao tráfico de droga, com dezenas de buscas e mandados de detenção em Oeiras, Amadora, Sintra e noutros dois concelhos do distrito de Leiria. Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP informou, na altura, que esta operação policial, que arrancou às 7h00, envolvia 38 buscas domiciliárias e o cumprimento de mandados de detenção.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: PSP