Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Presidenciais: Ana Gomes defende em Peniche mais financiamento para investigação ligada ao mar

Ana Gomes em Peniche 2020 1

A candidata presidencial Ana Gomes defendeu hoje mais financiamento para a investigação ligada ao mar, área em que considera que o país tem de passar da retórica à prática para aumentar a exploração inteligente dos recursos marinhos, durante uma visita realizada nesta segunda-feira a dois concelhos do Oeste: Peniche e Nazaré.

“Portugal tem que passar da esplêndida retórica sobre o mar à prática”, afirmou Ana Gomes em Peniche, defendendo a criação de meios para que o país exerça “efectiva jurisdição sobre essa tremenda zona territorial que é o mar, e a terra por baixo do mar, onde há extraordinários recursos que precisam de ser identificados, mapeados, preservados e, eventualmente, explorados, mas de forma sustentável e inteligente”.

Numa ação de pré-campanha dedicada ao mar, a diplomata e ex-eurodeputada do PS visitou, em Peniche, o Cetemares, o centro de investigação em ciências do mar e do ambiente do Instituto Politécnico de Leiria, onde chamou a atenção para “os recursos que ficam no mar”. Aludindo à biodiversidade, como as algas ou peixes que “não são utilizados em Portugal, não são consumidos” e são “deitados borda fora” por não se conhecerem “as [suas] aplicações”, Ana Gomes considerou tratar-se de espécies que “hoje já poderiam ser altamente rentáveis, se fossem trabalhadas”. Reconhecendo “a importância” de centros de ciência como o Cetemares, onde “se desenvolve o conhecimento científico em ligação com o mundo empresarial”, a candidata alertou para a necessidade os institutos ligados à investigação terem “muito melhor financiamento” e maior “autonomia para desenvolver os seus projetos científicos”.

Alertada pelos responsáveis do centro para a situação de precariedade de alguns investigadores que não viram renovadas as bolsas de investigação, a antiga dirigente socialista afirmou, em declarações aos jornalistas, tratar-se de uma situação “insustentável” e que “tem que mudar”. No final da visita Ana Gomes defendeu ainda uma maior aposta na aquacultura é “área de que Portugal tem uma absoluta necessidade", visto ser um país “que importa peixe (…) que poderia ser produzido cá”.

Em Peniche a candidata às eleições presidenciais que se realizam a 24 de Janeiro de 2021 visitou ainda a fortaleza onde está instalado o Museu Nacional da Resistência.

O dia dedicado ao mar prosseguiu na Nazaré, onde durante a tarde Ana Gomes visita o Porto de Pesca, o Forte de S. Miguel e empresas ligadas à exportação de pescado na área empresarial da Nazaré. Na agenda da candidata figurou um encontro com o presidente socialista da Câmara Municipal, Walter Chicharro (também presidente da Federação Distrital de Leiria do PS).

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: Miguel Partidário