Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Ténis: Gastão Elias estreia-se com vitória no ‘Maia Open I’

Gastao Elias 2021 3

Gastão Elias Nuno Borges e carimbaram, esta quarta-feira, o apuramento para a segunda ronda do quadro principal de singulares do Maia Open I. Pedro Araújo foi o único tenista português a ficar pelo caminho na quarta jornada do torneio do ATP Challenger Tour que é organizado pela Federação Portuguesa de Ténis com o apoio do Município da Maia.

Três dias depois de ter conquistado o primeiro título de singulares a este nível, em Antália (Turquia), Nuno Borges (número 228 do ‘ranking’ ATP) derrotou o alemão Elmar Ejupovic (434.º) por 1-6, 6-3 e 6-4 num encontro em que conseguiu “mudar o chip” a tempo de seguir em frente. A jogar em casa, o maiato de 24 anos - que é o novo número quatro nacional - contou com o apoio do público e marcou encontro com o tunisino Aziz Dougaz.

Para além de Nuno Borges também seguiu em frente o tenista lourinhanense Gastão Elias (227.º do ranking). Depois de dois meses e meio de ausência devido a uma lesão no cotovelo direito, o ex-top 60 ATP apresentou-se a muito bom nível e derrotou o espanhol Eduard Esteve Lobato (324.º) por 6-4 e 6-2 em apenas 76 minutos.

Na segunda eliminatória, Gastão Elias vai defrontar o penichense Tiago Cação, um dos três tenistas portugueses (a par de João Domingues e Gonçalo Oliveira) que avançaram na véspera.

Pelo caminho ficou Pedro Araújo (725.º). No regresso à competição pela primeira vez desde que se sagrou vice-campeão nacional absoluto, o jovem lisboeta não conseguiu surpreender e perdeu por 6-3 e 6-1 para o francês Calvin Hemery (370.º).

Também esta quarta-feira, mas já em encontros da segunda ronda, o eslovaco Andrej Martin (primeiro cabeça-de-série) e o belga Kimmer Coppejans (segundo) reservaram duas das primeiras vagas nos quartos-de-final ao derrotarem, respectivamente, Elliot Benchetrit por 6-2 e 7-6(0) e Miguel Damas por 6-2 e 6-1.

Nos pares, caíram as quatro duplas portuguesas que foram a jogo na primeira ronda: Fábio Coelho/Tiago Cação perderam por 7-6(6), 2-6 e 10-4 para Ivan Gakhov/David Pichler, Henrique Petiz/Tiago Silva por 7-5 e 6-3 para Aziz Dougaz/Chun-hsin Tseng, Gonçalo Falcão/Duarte Vale por 4-6, 7-6(5) e 11-9 frente a Lorenzo Bocchi/Miguel Damas e Miguel Gomes/Francisco Rocha por 7-6(4) e 6-0 perante Kimmer Coppejans/Mats Hermans.

Texto: ALVORADA com GIMO
Fotografia: GIMO