Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Aspiring Geoparque Oeste marca presença na 32ª edição da Bolsa de Turismo de Lisboa

geoparqueredessociais

O aspiring Geoparque Oeste irá marcar presença na 32ª edição da BTL - Bolsa de Turismo de Lisboa, que decorre entre os dias 16 e 20 de Março, com a presença de diversos destinos nacionais e internacionais. No pavilhão 2, existirá uma área dedicada aos Geoparques Mundiais da UNESCO Portugueses e aspirantes, com vista à divulgação e promoção destes territórios.

O evento conta com um programa diário integrando diversas actividades e momentos de degustação dos produtos locais de cada território. Sendo a BTL um espaço de negócio e networking entre todos os profissionais da área do Turismo, o aspiring Geoparque Oeste lançou o convite aos seus parceiros de animação turística e hotelaria para estarem presentes ao longo dos cinco dias no stand destinado ao aspiring Geoparque Oeste.

Neste sentido, estarão presentes os parceiros Experience Sport, Furnaka Village, Intertidal, Oestetur, Promar Eco Beach & Spa Hotel, Quinta da Galeana, The Wind House e TudAventura. Na área da gastronomia terão também parceiros, que aderiram ao programa Prego Dourado, que estarão a realizar degustação dos seus produtos: Adega Cooperativa da Lourinhã, Andsome Beer, Bombondrice, Dom José, Quinta do Sanguinhal e Sidrada. Também no balcão principal do stand contarão com a apresentação de dois projectos: a plataforma Pediguias by aspiring Geoparque Oeste e a apresentação do Concurso de Fotografia no aspiring Geoparque Oeste em parceria com a revista National Geographic Portugal.

Para João Serra, presidente da AGEO - Associação Geoparque Oeste a presença na BTL2022 “é uma oportunidade de mostrar o que de melhor o nosso território tem para oferecer, mas por outro lado evidenciar que a nossa candidatura a Geoparque Mundial da UNESCO está no caminho certo, ou seja, que estamos a conseguir reunir o património natural e cultural, mas também as instituições, autarquias e sociedade civil em torno de um projecto agregador e de promoção territorial”.

Já o lourinhanense Miguel Reis Silva, coordenador executivo do aspiring Geoparque Oeste considera muito importante que “nesta fase do projecto consigamos levar à BTL empresas e produtos, pois demonstra que as pessoas começam a reconhecer os objectivos e relevância do projecto”. Por outro lado, “é uma forma de motivar outras empresas a integrarem o programa de parcerias do aspiring Geoparque Oeste e assim criarmos uma rede de promoção territorial dinâmica com vantagens para todos”, concluiu.

Texto: ALVORADA