Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Torres Vedras: Ex-ministro da Segurança Social Vieira da Silva recebeu Prémio António Sérgio 2020

Cooperativa Antonio Sergio 2021

A Cooperativa António Sérgio para a Economia Social atribuiu hoje em Torres Vedras o Prémio António Sérgio 2020 - Honra e Carreira a Vieira da Silva, ex-ministro socialista do Trabalho e da Solidariedade Social.

"É uma honra ter sido nomeado por todas as instituições da economia social para receber este prémio que decidiram atribuir", disse José António Vieira da Silva na cerimónia de entrega do prémio. Para o ex-governante, a União Europeia necessita de um "verdadeiro plano de açcão para a economia social", com instrumentos de apoio financeiro que ajudem a consolidar o setor e no âmbito do qual o sector não seja discriminado no acesso às políticas públicas.

Na sessão de abertura da sessão, o secretário de Estado da Segurança Social, Gabriel Bastos, sublinhou que, com este prémio, "é todo o sector que expressa uma palavra de gratidão e de justíssimo reconhecimento" a Vieira da Silva, "alguém comprometido com a causa pública" e que dedicou mais de 20 anos "à linha da frente da economia social".

No encerramento, o presidente da Cooperativa António Sérgio, Eduardo Graça, frisou que Vieira da Silva "tem contribuído para iluminar os caminhos deste sector pela sua reflexão e acção política".

A vencedora do prémio na categoria de Inovação e Sustentabilidade foi a Espaço T - Associação para o Apoio à Integração Social e Comunitária, com o projecto de palcos para a inclusão. Diana Andreia Santos Queirós venceu na categoria de Estudos e Investigação, pela sua tese de mestrado sobre a "Relação entre Cultura e a Satisfação no Trabalho nas Organizações da Economia Social: um estudo em IPSS da Área Metropolitana do Porto", enquanto a vencedora da categoria Estudos e Investigação na Lusofonia recaiu sobre Deborah Nicchio Sathler, pela monografia ‘30 anos de gravação de Madalena do Jucu: perspedtivas históricas e novos alcances’. O Agrupamento de Escolas Caldas de Vizela venceu a categoria Trabalhos de Âmbito Escolar, com o projedto ‘Lápis Solidário'. Na categoria de Trabalhos Jornalísticos, a vencedora foi a jornalista da SIC Catarina Marques, com a reportagem ‘O todo é maior do que a soma das partes’. O prémio Honra à Capacidade Empreendedora foi atribuído a Frederico Cruzeiro Costa, presidente da SEAcoop, e a Salvador Mendes de Almeida, presidente da Associação Salvador.

Texto: ALVORADA com agência Lusa