Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Trabalhos de pavimentação da EN 247 entre Lourinhã e Atouguia da Baleia

Obras na EN247 2021

A IP - Infraestruturas de Portugal está a realizar trabalhos de pavimentação da EN247 entre Atouguia da Baleia e a Lourinhã. Em comunicado enviado ao ALVORADA, este organismo público esclarece que a empreitada tem como principal objectivo melhorar o desempenho funcional e prolongar o tempo de vida útil do pavimento.

Não foram divulgados os custos dos trabalhos em curso mas está prevista a conclusão da empreitada no próximo dia 22, sexta-feira, estando incluída a execução de trabalhos de drenagem, reformulação da sinalização vertical e horizontal.

Por forma a garantir as condições de segurança dos utilizadores da via e trabalhadores da obra, será necessário proceder ao condicionamento do trânsito, com implementação de circulação alternada, com recurso a equipamentos semafóricos. O condicionamento está devidamente sinalizado e decorre entre as 8h00 e as 18h00.

“Solicitamos a melhor compreensão pelos incómodos e inconvenientes que esta situação provoca, na certeza de estarmos a contribuir para a melhoria das condições de segurança da infraestrutura e fundamentalmente dos seus utilizadores”, sublinha ainda a IP em comunicado.

Recorde-se que a IP procedeu no Verão passado à pavimentação da EN247 entre os quilómetros 2,95 e 5,9 na freguesia de Atouguia da Baleia, no concelho de Peniche, até ao limite do distrito de Lisboa. Os trabalhos custaram cerca de 190 mil euros. As obras, na altura, não prosseguiram no concelho da Lourinhã, porque se tratou “de uma intervenção inserida na empreitada de Conservação Corrente do Distrito de Leiria”, revelou na ocasião a empresa pública ao nosso jornal, o que está agora a suceder e já sob responsabilidade da Conservação Corrente do Distrito de Lisboa.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Sofia de Medeiros/ALVORADA