Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Reabastecimento de combustíveis nos postos da Louricoop esperado para esta quinta-feira

GALP

Os postos de abastecimento de combustíveis da Louricoop na Lourinhã e na Moita dos Ferreiros deverão ainda hoje serem reabastecidos, segundo confirmou o ALVORADA junto da cooperativa. Quanto às restantes estações de serviço do concelho contactadas pelo nosso jornal, não há previsões de quando tal poderá ocorrer, com excepção do Posto Repsol da Marteleira, que só durante o dia de amanhã deverá contar com oreabastecimento de um camião cisterna. Não conseguimos, até ao momento obter qualquer informação do posto de combustíveis do Vimeiro. Recorde-se que todas as bombas entraram na segunda e terça-feiras em ruptura de ‘stock’ face à elevada procura de abastecimentos por parte dos automobilistas.

Entretanto, o posto de abastecimento de combustíveis do Intermarché da Lourinhã é o único do concelho que integra a rede de 310 postos de combustível em todo o país que estão definidos como prioritários e limitados a 15 litros de gasolina ou de gasóleo por veículo, segundo revelou o Ministério do Ambiente. Em comunicado, o gabinete de João Pedro Matos Fernandes explica os termos da Rede Estratégica de Postos de Abastecimento (REPA), criada por causa da greve dos motoristas de matérias perigosas - entretanto cancelada esta manhã - e que integra 310 postos, que ficam obrigados a reservar, para uso exclusivo das entidades prioritárias, pelo menos, uma unidade de abastecimento. Na prática, são abrangidos cerca de 10% dos postos de abastecimento existentes em Portugal Continental, que totalizam 3.068, segundo dados da Entidade Nacional para o Mercado de Combustíveis. “Os postos de abastecimento pertencentes à REPA ficam obrigados a reservar, para uso exclusivo das entidades prioritárias, uma quantidade de 10.000 l de gasóleo, ou 20% da sua capacidade, 4.000 l de gasolina e 2.000 l de GPL-auto”.

As entidades prioritárias são as Forças Armadas, as forças de segurança e os agentes de proteção civil, os serviços de emergência médica e transporte de medicamentos, as entidades públicas ou privadas que prestam serviços públicos, designadamente transporte colectivo de passageiros, recolha de resíduos urbana e limpeza urbana, serviços de água, energia e telecomunicações, bem como entidades que asseguram o transporte de pessoas portadoras de deficiência. Além destas, acrescenta, os postos de abastecimento REPA “participam no abastecimento do público em geral, sendo fixado em 15 litros o volume máximo de gasolina ou gasóleo que pode ser fornecido a cada veículo automóvel”.

Para garantir o cumprimento do disposto no despacho do Ministério do Ambiente e da Administração Interna, “os postos REPA podem requerer a presença de elementos das forças de segurança”. Estes 310 postos beneficiam de prioridade de abastecimento face aos restantes postos, devendo, para o efeito, promover-se o destacamento das forças de segurança necessárias para assegurar o seu abastecimento.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Direitos Reservados