Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Programa Bairro Feliz: instituições do concelho da Lourinhã com três causas a votação

programabairrofeliz

O Centro Social Paroquial da Moita dos Ferreiros, a Santa Casa da Misericórdia da Lourinhã e a Sociedade Lírica Moitense são as instituições do nosso concelho que estão a participar na edição deste ano do Programa Bairro Feliz, uma iniciativa da cadeia de supermercados Pingo Doce.

A causa apresentada pelo Centro Social Paroquial da Moita dos Ferreiros denomina-se ‘Digitar dá Vida’ e pretende a aquisição de um computador. Trata-se de um projecto dedicado à literacia digital, “possibilitando aprender através de computadores e permitindo a adaptação das pessoas idosas ao mundo em que vivemos”, afirma a instituição moitense.

Por sua vez, a Santa Casa da Misericórdia da Lourinhã apresentou a causa ‘Fisioterapia no Envelhecimento Activo com Qualidade’ onde pretende a aquisição de uma marquesa eléctrica. “Reconhecemos a necessidade de adaptar os equipamentos ao encontro das necessidades dos nossos idosos e, nesse sentido, uma marquesa eléctrica é imprescindível. Para mais movimento e menos dor, a marquesa eléctrica tem mais valor”, justifica a instituição lourinhanense. Ambas estão a votação no Pingo Doce da Lourinhã.

Já a Sociedade Lírica Moitense, cuja causa pode ser votada no Pingo Doce das Caldas da Rainha (estrada da Tornada) apresentou o projecto ‘Vamos cantar as janeiras… com um novo Clarinete!’. “A música é arte universal e alegria para todos. Formar e motivar os jovens é preparar o futuro. No dia de Reis, queremos presentear os artistas mais novos com um novo instrumento musical. Ajude-nos a adquirir um clarinete”, pede a também instituição moitense.

Este ano o Pingo Doce tem 890 ideias a votação em todo o país até 22 de Outubro. Terminada a fase de inscrição de ideias e avaliação por parte do júri, o Bairro Feliz iniciou a 10 de Setembro a terceira fase do programa: a abertura do período de votações, que decorre até 22 de Outubro, nas mais de 440 lojas aderentes, com 890 causas a votação. Cada loja Pingo Doce tem duas causas a votação e irá financiar a concretização daquela que receber mais votos da vizinhança na sua loja, até ao valor máximo de 1.000 euros.

Até 22 de Outubro, os vizinhos de cada loja Pingo Doce poderão votar na causa preferida, que irá ajudar a melhorar o seu bairro ou apoiar um projecto da comunidade. Para tal, os clientes vão receber uma Moeda Bairro Feliz, por cada 10 euros em compras (máximo de três moedas por compra), que lhes permite votar numa das duas ideias, colocando essa mesma moeda no respectivo mealheiro de votação. As causas mais votadas pela comunidade de cada bairro serão anunciadas a 22 de Outubro, depois de se pesarem os mealheiros.

O Programa do Pingo Doce visa fortalecer o vínculo com as comunidades locais e promover uma relação mais próxima e activa com o bairro, garantindo que contribui para o bem-estar geral e, em especial, das comunidades onde se inserem as suas lojas.

Recorde-se que o ano passado o concelho da Lourinhã participou nesta iniciativa com duas causas: ‘Cãovívio’ Bairro Limpo, uma iniciativa da União das Freguesias da Lourinhã e Atalaia, e ‘Monitorização da Qualidade de Água do Rio Grande’ integrada no projecto ‘Guarda-Rios Lourinhã’ proposta pela associação ambiental Lourambi, tendo esta última sido a mais votada.

Texto: ALVORADA