Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: Presidente da República tranquilo com estado da pandemia e medidas para o Inverno

Presidencia da Republica III

O Presidente da República mostrou-se hoje em Torres Vedras tranquilo com o estado da Covid-19 e as medidas para o Inverno no país, após a reunião dos especialistas no Infarmed.

"Estamos a entrar na fase de Inverno, com vírus da gripe e outros vírus que têm emergido, e a reunião serviu para estarmos tranquilos”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa aos jornalistas, segundo o qual a vacinação e a monitorização da pandemia dão “uma grande segurança e confiança”. “A última variante dominante da Covid-19 fica em termos de internamento 30% abaixo da gravidade da sub-variante anterior e o mesmo em termos de mortalidade”, sustentou, após ouvir os especialistas.

Valeu a pena a reunião porque há muitos meses não se fazia o ponto de situação”, defendeu o Presidente da República, que falava à margem da inauguração da sede da Associação Mundial de Enoturismo, em Torres Vedras.

O ministro da Saúde afastou hoje a necessidade de voltar a implementar medidas obrigatórias de mitigação da pandemia de Covid-19, considerando que é tempo de “virar a página”, mas reforçou o apelo à vacinação. “Não está prevista a necessidade de medidas de saúde pública de natureza obrigatória”, afirmou Manuel Pizarro em declarações aos jornalistas no final de uma reunião que juntou hoje especialistas e políticos no Infarmed.

Justificando que é tempo de “virar a página do período mais difícil”, o ministro da Saúde ressalvou, no entanto, que isso não significa a desvalorização da pandemia e, por isso, sublinhou a importância da vacinação contra a Covid-19.

A vacinação sazonal contra a Covid-19 e a gripe iniciou-se em 7 de Setembro, dirigida sobretudo aos grupos mais vulneráveis. Segundo Manuel Pizarro, já receberam a segunda dose de reforço da vacina cerca de 1,9 milhões de pessoas, mas o objectivo é que sejam três milhões até Dezembro.

Apesar de considerar os resultados animadores, o governante reforçou o apelo para a vacinação, explicando que, de acordo com os peritos, as vacinas mantêm o mesmo efeito protetor contra as novas variantes que, por outro lado, “não acarretam maior risco para a saúde”.

Especialistas e políticos reuniram-se no Infarmed, em Lisboa, para fazerem o ponto da situação da pandemia da Covid-19, depois de a última reunião ter acontecido em Fevereiro. Manuel Pizarro considerou que o encontro foi, sobretudo, útil para ajudar a preparar o Inverno, ainda que o plano esteja já “praticamente concluído”, devendo ser apresentado “nos próximos dias”.

Portugal registou, entre 1 e 7 de Novembro, 5.291 infecções pelo coronavírus SARS-CoV-2, 44 mortes associadas à Covid-19 e um novo aumento dos internamentos, indicou hoje a Direcção-Geral da Saúde (DGS).

Texto: ALVORADA com agência Lusa