Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Sociedade Portuguesa de Cardiologia alerta: “colesterol é o inimigo silencioso da saúde cardiovascular e pode levar à morte”

insuficienciacardiaca

No âmbito do Dia Mundial do Coração, que se assinala a 29 de Setembro, a Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC) e a Amgen Biofarmacêutica lançam uma campanha sob o mote ‘Enfarte: o Colesterol pode dar o alerta’, com o objectivo de sensibilizar a população portuguesa para o impacto do colesterol elevado no risco aumentado das doenças cardiovasculares, nomeadamente o enfarte.

Para alertar para este problema e informar a população, a SPC terá uma artéria gigante no centro comercial Alegro Alfragide na praça central, em Lisboa, de 29 de Setembro a 4 de Outubro, onde será possível ver e saber mais sobre os efeitos nefastos do colesterol elevado na saúde cardiovascular, bem como, fazer rastreios através da avaliação dos níveis de colesterol e de outros parâmetros de saúde que podem contribuir para o risco cardiovascular - como o cálculo do IMC, a verificação do perímetro abdominal, etc. Os rastreios são gratuitos.

Sendo o colesterol elevado um dos principais factores de risco modificáveis nas doenças das cardiovasculares, a SPC vai ainda lançar uma campanha digital que contará com a colaboração de influenciadores digitais e divulgar um vídeo de sensibilização em parceria com os Cinemas NOS, de 1 a 7 de Outubro. Esta campanha visa alertar para a importância de vigiar os níveis de colesterol, a saúde cardiovascular e prevenir estas patologias através da adopção de uma alimentação e estilo de vida saudáveis e, caso seja indicado pelo médico, através de medicação para controlar o colesterol.

Victor Gil, presidente da SPC, destaca que “o colesterol elevado é um inimigo silencioso da saúde cardiovascular. Quando ocorrem desequilíbrios entre os níveis dos dois tipos de colesterol, o HDL e o LDL, dá-se a acumulação de depósitos de gordura nas artérias, o que, ao longo do tempo, leva ao seu progressivo estreitamento resultando no bloqueio do fluxo sanguíneo, originando doença cardíaca ou cerebral. Segundo dados do Ministério da Saúde 63,3% dos portugueses entre os 25 e os 74 anos apresentam níveis elevados de colesterol. Em Portugal, as doenças cardiovasculares são responsáveis por 29,5% das mortes, sendo que o enfarte do miocárdio mata, em média, 12 pessoas por dia. Ter o colesterol muito elevado pode significar estar em risco iminente de sofrer um enfarte do miocárdio ou um acidente vascular cerebral (AVC)”.

O director-geral da Amgen, Tiago Amieiro, revela que “através desta acção de sensibilização, pretendemos alertar a sociedade portuguesa para os perigos do colesterol elevado e para o risco cardiovascular que a falta de controlo deste representa, contribuindo para o reforço da importância de vigiar os níveis de colesterol e falar com o médico sobre os riscos cardiovasculares e quais as formas para a prevenção das doenças cardiovasculares.

Anualmente morrem cerca de 33 mil pessoas devido a doenças cardiovasculares, que continuam a ser a principal causa de morte em Portugal, representando cerca de um terço de todos os óbitos. Controlar os níveis de colesterol contribui para que as artérias se mantenham limpas, impede que se criem obstruções e que a aterosclerose se estabeleça. Uma boa alimentação e a prática de exercício físico regular contribuem para manter níveis saudáveis de colesterol.

Fonte: Sociedade Portuguesa de Cardiologia
Imagem: Direitos Reservados