Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Oeste marcou presença na maior feira náutica do mundo que decorreu na Alemanha

Feira em Dusseldorf 1

A OesteCIM - Comunidade Intermunicipal do Oeste esteve representada com um ‘stand’ na edição deste ano da ‘BOOT Düsseldorf’, naquela que é considerada como a maior feira de turismo náutico do mundo, que decorreu nesta cidade alemã entre os dias 18 e 16 deste mês. Numa comunicação feita na sua página do Facebook, a instituição intermunicipal que agrupa os 12 concelhos oestinos afirma que se tratou de “uma brilhante participação” e que foi “com grande optimismo na comunidade internacional do surf e dos desportos aquáticos e com os expositores do Oeste Portugal entusiasmados, que a OesteCIM iniciou o ano 2020”. A OesteCIM esteve presente nesta feira náutica para promover a marca ‘Oeste Portugal’ e tinha lançado previamente um convite aos agentes económicos que operam no sector, na nossa região, para se associarem ao evento.

A ‘BOOT Düsseldorf’ decorreu ao longo de nove dias com “uma mistura de ‘networking’ estimulante, negócios bem-sucedidos e experiências memoráveis” e “reafirmou-se como um evento de enorme sucesso”. A feira contou com mais de 250.000 visitantes provenientes de 106 países que terão ficado, segundo a organização, entusiasmados com o amplo programa e a enorme selecção de produtos e serviços fornecidos pelos mais de 1.900 expositores distribuídos pelos 17 salões do recinto, que se perfilaram pelos 220.000 m2 de exibição.

Segundo Werner Dornscheidt, CEO da Messe Düsseldorf, “a ‘BOOT’ transformou-se em algo muito mais do que apenas uma feira comercial. É um evento com enorme significado económico e inovador, ao mesmo tempo que representa a paixão pelos desportos aquáticos”. Já para o director do certame, Petros Michelidakis, “em Düsseldorf - no coração da Renânia do Norte-Vestfália, sem litoral, conseguiram criar a plataforma internacional mais importante para deportos aquáticos. A BOOT demonstrou este ano, de forma convincente, como são impressionantes as inovações do sector. O foco esteve em novos sistemas de propulsão alternativos, na construção de embarcações a partir de matérias-primas renováveis e nos projectos internacionais de proteção dos oceanos”.

Texto: ALVORADA
Fotografia: OesteCIM