Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Oeste regista aumento do preço médio por metro quadrado das casas revela consultora imobiliária

Nazare

Na região Oeste, a zona que registou valores mais elevados por metro quadrado no mercado imobiliário foi a Nazaré, onde o preço médio por metro quadrado atingiu, no ano passado, os 2.370 euros, revela o ‘Market Report Portugal’ produzido pela empresa Engel & Völkers em Portugal. Trata-se do relatório que analisa as transações imobiliárias intermediadas pela multinacional alemã no período 2020-2021 nos mercados imobiliários de Lisboa, Porto e Vila Nova de Gaia, Algarve e Oeste.

O documento sobre a zona do Oeste engloba seis concelhos distintos e em zonas específicas: Óbidos, Caldas da Rainha, Peniche, Nazaré, Alcobaça e Leiria, todos pertencentes ao distrito leiriense. Peniche é a zona onde o preço médio por metro quadrado mais aumentou nos últimos dois anos, registando um crescimento de cerca de 39,47%, que representa um aumento de cerca de 450 euros por metro quadrado. A zona de Alcobaça e de Leiria registaram subidas semelhantes: 34,15% e 34,13% respectivamente. Por sua vez, Óbidos foi a zona que registou um menor aumento, cerca de 3,26%, tendo sido uma das zonas mais afectadas pelo ‘Brexit’, uma vez que tem sido uma zona com forte presença de investidores britânicos.

Em termos de tipologia, em Óbidos e nas Caldas da Rainha predomina a procura por moradias, de 250 metros quadrados, três assoalhadas e piscina. Em todas as outras zonas urbanas a procura recai sobre apartamentos, com áreas entre os 100 e os 200 metros quadrados. Em Leiria, a procura recai sobre a procura por habitação no centro da cidade.

É a zona do Oeste onde se destaca o investimento dos compradores nacionais, o que justifica a percentagem de 40% que diz respeito ao número de aquisições para habitação permanente.

“Acreditamos muito no potencial de crescimento do Oeste. Esta zona destaca-se bastante devido à proximidade da costa e pelos preços competitivos, que ainda se encontram um pouco mais baixos do que nas grandes cidades. É um paraíso ainda por descobrir pelos investidores estrangeiros em Portugal. No Oeste encontramos pequenos refúgios fora da cidade, e fora da sua agitação, onde predomina a procura por habitações maiores e com melhores condições. Além do património cultural, a região do Oeste apresenta também beleza natural, grande hospitalidade e uma excelente gastronomia”, diz Gustav Greyling, licenciatário da agência do Oeste, num comunicado enviado pela empresa ao ALVORADA. 

Presente em Portugal desde 2006, a Engel & Völkers dispõe de uma rede de agências imobiliárias direcionada para o mercado de luxo, sendo uma das empresas de serviços líderes mundiais especializadas na mediação de propriedades residenciais premium, imóveis comerciais, iates e aeronaves executivas.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Paulo Ribeiro/ALVORADA (arquivo)