Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Autoridade de Segurança Rodoviária, GNR e PSP lançam alerta contra condução sob álcool com acção no Oeste

ANSR 2

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), a GNR e a PSP lançam esta terça-feira a campanha ‘Taxa Zero ao Volante’ para alertar os condutores para os riscos da condução sob efeito do álcool, anunciaram hoje as três entidades.

Numa nota de imprensa conjunta desta iniciativa, que vai decorrer entre os dias 5 e 11 e integra o Plano Nacional de Fiscalização de 2022, as três instituições lembraram os dados sobre o impacto do álcool na condução, estimando que “um em cada três condutores mortos em acidentes de viação apresenta uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 0,5 g/l e três em cada quatro destes condutores apresentam uma taxa igual ou superior a 1,2 g/l”.

A ANSR, a PSP e a GNR salientaram a existência de diversos estudos científicos a apontar que o álcool produz perturbações em termos cognitivos, de processamento da informação, de capacidade de reação e de coordenação motora. “O álcool também diminui o campo visual, provocando a chamada visão em túnel. Esta perda de capacidades, bem como as alterações de comportamento que podem levar a estados de euforia e desinibição, aumentam de forma muito significativa o risco de envolvimento em acidentes rodoviários”, vincaram.

Segundo o comunicado, a campanha assenta em acções de sensibilização da ANSR no continente e na Madeira, além de operações de fiscalização da PSP e da GNR em estradas com grande circulação automóvel. Entre os locais das operações estão a EN8 - Rotunda Turcifal (terça-feira), em Torres Vedras; Avenida da Europa (quarta-feira), em Aveiro; EN14 (quinta-feira), em Braga; Praça da República (sexta-feira), no Porto; e EN17 (sábado), em Ceira.

Texto: ALVORADA com agência Lusa