Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Centro Hospitalar do Oeste com aumento da actividade assistencial no primeiro semestre

hospitalcaldasrainha

A actividade assistencial do CHO - Centro Hospitalar do Oeste registou, no final do primeiro semestre do ano, um aumento no número de consultas e de cirurgias realizadas, assim como uma redução do número de doentes em lista de espera, em comparação com igual período do ano anterior, anuncia a instituição em comunicado. Os dados dão conta que, até ao final de Junho, verificou-se um aumento na actividade cirúrgica em 5,27% e um aumento de 3,96 % no número de consultas realizadas. Quanto à lista de espera, constata-se uma redução de 23,93% no número de doentes em espera para cirurgia, e de menos 5,13% doentes em espera para consulta.

Ainda segundo o CHO, estes primeiros seis meses do ano foram realizadas 3.677 cirurgias, mais 184 do que em igual período em 2018. “Este aumento reflecte-se na significativa diminuição do tempo médio de espera para cirurgia, sendo que os utentes esperaram em média menos 16 dias comparativamente com o ano anterior”, sublinha o comunicado. Também as consultas externas registaram um aumento significativo.

Até ao final de Junho realizaram-se 74.670 consultas nas Unidades Hospitalares que constituem o CHO – Caldas da Rainha, Peniche e Torres Vedras -, mais 2.845 do que em período homólogo. “Consequentemente, o número de doentes em lista de espera para consulta diminuiu. Actualmente existem menos 963 doentes a aguardar por consulta do que em igual período em 2018”, confirma a instituição.  Já quanto às sessões de Hospital de Dia registaram uma subida de 17,12%, o que significa que até Junho deste ano foram efectuadas mais 940 sessões do que em igual período do ano anterior.

No que toca ao global dos três Serviços de Urgência do CHO, registou-se um ligeiro aumento da procura, 0,19%, que corresponde a mais 169 atendimentos do que em Junho de 2018. Destaque também para a redução da demora média no internamento em 0,7 dias, o que significa que em Junho de 2018 um doente esteve em média internado 8,2 dias, sendo que actualmente está 7,5 dias.

“O Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste destaca que o aumento da actividade assistencial, acompanhado da redução do número de doentes em lista de espera para consultas e cirurgias, é um reflexo da dedicação e do empenho dos profissionais do CHOeste, que diariamente prestam cuidados de saúde de qualidade aos utentes da região Oeste”, conclui o comunicado do conselho de administração.

Recorde-se que o CHO integra os hospitais de Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche, tendo uma área de influência constituída pelas populações dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça e de Mafra.

Texto: ALVORADA. Foto: Sofia de Medeiros/ALVORADA (arquivo).