Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Óbidos: GNR deteve mulher em flagrante por incêndio florestal

GNR

Uma mulher de 43 anos foi detida em flagrante, por incêndio florestal, no concelho de Óbidos. A detenção correu no passado dia 2 de Abril através do Posto Territorial de Óbidos.

Na sequência de um alerta de incêndio florestal, os militares da GNR deslocaram-se ao local, “tendo apurado que na sua origem esteve uma queima de sobrantes florestais autorizada”, que se descontrolou devido à não adopção das medidas de segurança necessárias, resultando na detenção da sua autora, revelou esta força de segurança num comunicado enviado ao ALVORADA. “O incêndio propagou-se de forma livre e descontrolada por uma área rural/agrícola, tendo consumindo pasto e demais vegetação”.

A detida foi constituída arguida, e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Caldas da Rainha.

Esta acção contou com o apoio dos Bombeiros Voluntários de Óbidos.

Segundo revelou a GNR, a protecção de pessoas e bens, no âmbito dos incêndios rurais, continua a assumir-se como uma das suas prioridades, sustentada numa actuação preventiva e num esforço de patrulhamento nas áreas florestais.

A GNR relembra que as queimas e queimadas são das principais causas de incêndios em Portugal; a realização de queimadas, de queima de amontoados e de fogueiras é interdita sempre que se verifique um nível de perigo de incêndio rural «muito elevado» ou «máximo», estando dependente de autorização ou de comunicação prévia noutros períodos; para evitar acidentes siga as regras de segurança, esteja sempre acompanhado e leve consigo o telemóvel.

Também o Serviço da Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) tem como preocupação diária a protecção ambiental e dos animais. Para o efeito, poderá ser utilizada a Linha SOS Ambiente e Território (808 200 520) funcionando em permanência para a denúncia de infracções ou esclarecimento de dúvidas.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Paulo Ribeiro/ALVORADA (arquivo)