Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

GNR detém dois suspeitos por captura ilegal de meixão no concelho das Caldas da Rainha

GNR aprensao meixao 30032022

O Comando Territorial de Leiria, através do Núcleo de Protecção Ambiental de Caldas da Rainha, deteve ontem dois homens de 27 anos, por captura ilegal de meixão, em estado juvenil, na foz do Rio de Tornada, afluente da Lagoa de Óbidos, no concelho das Caldas da Rainha.

“No decorrer de uma ação de fiscalização, os militares da Guarda detectaram vários artefactos frequentemente utilizados para a captura ilegal de meixão e que, devido às suas características, são extremamente nocivos à fauna existente. Na sequência da acção foi possível apreender o meixão, bem como o material utilizado na captura desta espécie”, refere a GNR em comunicado. O meixão apreendido, por se encontrar vivo, foi devolvido ao seu habitat natural.

Os detidos forem presentes ao Tribunal de Caldas da Rainha, tendo sido suspenso provisoriamente o processo, mediante o cumprimento de uma injunção pecuniária, no montante de 600 e de 700 euros.

A GNR relembra que a enguia europeia (Anguilla anguilla), que na fase larvar é conhecida por enguia juvenil/meixão, é uma espécie considerada em perigo e que tem sofrido grande redução em razão da pesca ilegal, impedindo desta forma o normal ciclo de reprodução, colocando em causa a sustentabilidade da espécie. O valor do meixão, no mercado final (países europeus e asiáticos), varia consoante os meses e pode alcançar um valor de seis mil euros por quilo.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: GNR