Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Autárquicas: Movimento de Independentes faz coligação com PS para garantir maioria na Câmara de Peniche

Tomada Posse CM AM Peniche 2021 1

O Grupo de Cidadãos Eleitores por Peniche, liderado por Henrique Bertino, coligou-se ao PS para ter uma governação estável, depois de voltar a ganhar a Câmara Municipal sem maioria absoluta nas eleições autárquicas, foi hoje anunciado.

“Com quatro forças diferentes eleitas para a Câmara Municipal, Henrique Bertino e Ângelo Marques [PS] após as eleições estabeleceram contactos no sentido fazerem uma coligação que permita uma governação estável para o desenvolvimento do concelho”, refere uma nota de imprensa do município, após a tomada de posse dos órgãos autárquicos na noite de sexta-feira.

No âmbito do acordo de governação entre o Grupo de Cidadãos Eleitores por Peniche e o Partido Socialista para este mandato autárquico, os dois vereadores socialistas vão receber pelouros a tempo inteiro.

Henrique Bertino, citado na nota de imprensa, afirmou que “é fundamental, para trabalhar em prol das suas gentes, haver no executivo municipal com maioria”, acrescentando que “mais importante do que os partidos, são as pessoas e os projectos que querem realizar”.

Já o PS aceitou a proposta pelo “espírito cívico de serviço ao bem comum”, defendendo que, “neste tempo de grande dificuldade e exigência, mas também de oportunidades para o concelho de Peniche, assume as suas responsabilidades e garante a todos os habitantes do concelho que não vão poupar a esforços para ir ao encontro dos seus anseios e das suas preocupações”, disse, citado na mesma nota, Ângelo Marques, presidente da comissão política do Partido Socialista e vereador eleito após concorrer à presidência da autarquia.

“Estamos convictos de que aqueles que nos elegeram como aqueles que votaram noutras forças políticas exigem que o nosso compromisso vá muito para além das lógicas partidárias ou da lógica de medição de egos, e esse desígnio maior é o desenvolvimento de Peniche e a melhoria da qualidade de vida dos seus habitantes”, acrescentou.

Nas eleições autárquicas, a lista de independentes elegeu dois representantes, o PS e PSD outros dois, cada um, e a CDU um.

Este acordo entre o movimento independente e o PS permitiu garantir a presidência da Assembleia Municipal, tendo sido eleito Joaquim Raul Farto, cabeça-de-lista socialista que foi também o mais votado nas eleições autárquicas.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: CMP