Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Lourinhã foi palco da assinatura do memorando de entendimento do aspirante Geoparque Oeste

Geoparque Oeste memorando 2021

O memorando de entendimento que estabelece os termos de cooperação para a dinamização do aspirante Geoparque Oeste, da sua estrutura de gestão e da sua candidatura a Geoparque Mundial da UNESCO, foi esta tarde assinado pelos presidentes das câmaras municipais do Bombarral, Cadaval, Caldas da Rainha, Lourinhã, Peniche e Torres Vedras. O documento foi subscrito pelos autarcas à margem da reunião do Conselho Intermunicipal da OesteCIM - Comunidade Intermunicipal do Oeste, que decorre esta tarde no Salão Nobre dos Paços do Município da Lourinhã, numa sessão que decorreu à porta fechada e para a qual não foi convocada a comunicação social.

Em comunicado enviado ao ALVORADA, a ADEO - Associação Geoparque Oeste destaca que este acordo marca assim “mais uma fase importante no caminho que culminará com a apresentação da candidatura deste território a Geoparque Mundial da UNESCO”. O autarca lourinhanense João Serra, que preside à direcção da associação, frisa que “este é um momento histórico para o Oeste e para esta candidatura”. “Acredito que a dinâmica promovida por este projecto trará ao território uma dinâmica social, económica e científica muito importante para o desenvolvimento sustentável da região", adiantou.

Presente nesta cerimónia protocolar, o presidente do Conselho Intermunicipal da OesteCIM, o edil alenquerense Pedro Folgado, afirmou na ocasião que “esta candidatura é muito importante para um território que se quer afirmar como uma referência nas áreas da ciência, educação, turismo e desenvolvimento sustentável, e como tal, o Oeste está unido no sucesso deste projecto liderado por seis municípios”.

O aspirante Geoparque Oeste abrange os concelhos de Bombarral, Cadaval, Caldas da Rainha, Lourinhã, Peniche e Torres Vedras, num total de 1.154 km2 e com cerca de 212.000 habitantes. A assinatura deste memorando regista a entrada formal na AGEO dos Municípios das Caldas da Rainha e do Cadaval. Recorde-se que o Município de Óbidos, que esteve associado à formação desta associação, acabou por desligar-se do projecto a meio do segundo semestre do ano passado, alegando dificuldades financeiras provocadas pelo impacto da pandemia no orçamento municipal.

A candidatura oestina a Geoparque Mundial da UNESCO tem como principal base geológica o período Jurássico, onde os fósseis descobertos em todo o seu território e afloramentos de reconhecimento internacional dão corpo aos mais de 70 geossítios já levantados. Mas este aspirante Geoparque Oeste não se baseia exclusivamente nos dinossauros, mas também no património cultural, material e imaterial, que, para a AGEO, “são uma referência regional e nacional nas suas diferentes dimensões”.

Texto: ALVORADA
Fotografia: AGEO