Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Prisão preventiva para nove dos dez detidos por tráfico de mais de 32 mil doses de estupefacientes

apreensaomaio21

Ficaram em prisão preventiva nove dos dez detidos no passado dia 18, por tráfico de estupefacientes nos concelhos da Lourinhã e Torres Vedras. Após terem sido presentes ao Tribunal Judicial de Lisboa Norte - Torres Vedras no dia seguinte e lhes ser decretada a prisão preventiva, foram conduzidos ao Estabelecimento Prisional de Leiria. O outro detido ficou sujeito a apresentações bissemanais no posto policial da área de residência.

Como o ALVORADA já tinha noticiado, nove homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 24 e os 57 anos, foram detidos na passada terça-feira pelo NIC - Núcleo de Investigação Criminal de Torres Vedras da GNR, por tráfico de droga nos concelhos da Lourinhã e de Torres Vedras.

No âmbito de uma investigação por tráfico de estupefacientes que decorria há cerca de dois anos, os militares da Guarda Nacional Republicana deram cumprimento a 35 mandados judiciais de busca, 13 domiciliárias, 21 em veículos e uma num estabelecimento de restauração e bebidas, culminando na apreensão de 23.972,96 doses de haxixe, 8.677,76 doses de canábis, 31,45 doses de cocaína, uma planta de canábis, 2,5 doses de MDMA, quatro viaturas, sete computadores portáteis; três pulseiras, dois fios e um relógio em ouro; 19 telemóveis; duas facas utilizadas para o corte de produto estupefaciente; quatro moinhos de estupefacientes; duas balanças; e 4591,65 euros em numerário.

A operação contou com o reforço do Grupo de Intervenção de Ordem Pública (GIOP), do Grupo de Intervenção Cinotécnica (GIC) da Unidade de Intervenção (UI), do Destacamento de Intervenção (DI) de Lisboa, de Setúbal, de Santarém e de toda a estrutura de investigação criminal do Comando Territorial de Lisboa da GNR.

Texto: ALVORADA
Fotografia: GNR