Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Autárquicas-Oeste: PSD do Bombarral candidata Nuno Mota à Câmara Municipal

eleicoes autarquicas de 2021

O PSD apresenta esta quarta-feira à tarde, em Lisboa, o militante Nuno Mota como candidato à Câmara Municipal do Bombarral, segundo apurou o ALVORADA. O empresário bombarralense, de 55 anos, actual vereador no executivo camarário liderado pelo PS, é casado e tem quatro filhos. É também presidente da Comissão Política do PSD/Bombarral. A candidatura foi apresentada pelo secretário-geral José Silvano na sede nacional, no âmbito do anúncio da divulgação de outros candidatos do partido às eleições autárquicas.

Nuno Mota é autarca no Município do Bombarral desde 2009. Foi adjunto do executivo do então presidente de câmara social-democrata Luís Camilo Duarte entre 2005 e 2009, vereador a tempo inteiro entre 2009 e 2013 e vice-presidente entre 2013 e 2017, no executivo presidido por José Manuel Vieira. Nas últimas eleições, como número dois da lista, foi eleito vereador para a edilidade bombarralense.

Recorde-se que a Câmara Municipal do Bombarral é presidida, neste mandato, pelo presidente socialista Ricardo Fernandes, que não apresentou ainda oficialmente a mais que provável recandidatura, que já foi aprovada pelo órgão concelhio, aguarda pela aprovação da distrital do PS, que deverá ocorrer ainda este mês. O único candidato apresentado publicamente, até ao momento, é João Hermenegildo pelo Chega.

Em declarações à Lusa, Nuno Mota, disse hoje que quer apresentar um projecto capaz de reconquistar este município perdido em 2017 para o PS. "O objectivo é ganhar a câmara que o PSD perdeu há quatro anos e tenho condições para isso", adiantando que recebeu incentivos de muitas pessoas para avançar com a candidatura.

O autarca social-democrata referiu que "passaram três anos e meio e o PS só apresentou promessas, que caíram em saco roto". "Não foi feito nada pelo PS, que começou a fazer algumas obras a uns meses das eleições", frisou.

Nuno Mota adiantou que se "candidata pelo Bombarral, pelas pessoas e pelas causas”, por defender que o município “precisa de outra pessoa a gerir os destinos” deste território. Candidata-se para “dar um novo rumo ao concelho” e se for eleito o social-democrata tem como prioridades as áreas da saúde, educação e acção social. "Vejo empresários e famílias a viverem momentos difíceis por causa da pandemia e não se vê um verdadeiro apoio por parte da câmara", criticou.

Nas eleições autárquicas de 2017, o PS ganhou a Câmara do Bombarral Bombarral ao PSD, elegendo com maioria absoluta quatro elementos, contra dois do PSD e um do CDS-PP, partidos que há quatro anos concorreram coligados.

Notícia actualizada a 8/4/2021.

 

Texto: ALVORADA com agência Lusa.