Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: Detectado quinto surto em lares de Torres Vedras com 46 infectados no Ramalhal

Protecao Civil de Torres Vedras

Um surto de Covid-19 foi detectado no Lar Nossa Senhora d'Ajuda, no Ramalhal, no concelho de Torres Vedras, onde 46 pessoas estão infectadas, sendo este o quinto surto activo em lares do concelho, informou o município. Dos 46 infectados, 40 são utentes e seis são funcionários. As autoridades de saúde efectuaram teste de diagnóstico da Covid-19 a 63 utentes e 40 funcionários.

No concelho estão activos outros quatro surtos em lares. O Lar de São José, na cidade, tem 142 casos activos, e contabiliza sete mortos e quatro recuperados, segundo o mais recente boletim epidemiológico do concelho. No Lar de Nossa Senhora do Carmo, na Ordasqueira, existem 95 infectados e um utente morreu. Um surto com 50 infectados foi detectado no Lar Barro Sénior Residence, no Barro. A Casa de Repouso Enseada da Harmonia, no Casal Barreirinha (A-dos-Cunhados), regista também um surto com 40 infectados.

A Protecção Civil Municipal de Torres Vedras tem vindo a pedir voluntários para reforçar as brigadas de intervenção rápida (BIR) da Segurança Social, que são insuficientes para dar resposta aos lares do concelho, onde existem surtos de Covid-19. As BIR destacadas para o concelho são compostas por 20 elementos, mas não são suficientes para dar resposta às necessidades. As tarefas passam sobretudo pela recolha de roupa suja e de resíduos, distribuição de refeições, e apoio no deitar e no levantar de utentes.

O concelho de Torres Vedras tem presentemente 1.020 activos, o concelho com maior registo entre os 12 municípios do Oeste. Desde o início da pandemia, o concelho torriense contabiliza 3.410 casos confirmados de Covid-19, dos quais, 2.339 recuperaram e 51 morreram.

Texto: ALVORADA com agência Lusa