Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: Surto comunitário com 24 infectados em São Bernardino

Covid 19

Um surto com 24 pessoas infectadas pelo novo coronavírus em São Bernardino, no concelho de Peniche, poderá levar à realização de testes a toda a população da localidade, informaram hoje as autoridades de saúde.

“Trata-se de surto familiar que se alargou para surto comunitário e que conta já com 24 infectados, sendo umas das situações mais preocupantes no concelho de Peniche”, disse hoje à agência Lusa o delegado de Saúde Pública na região Oeste, Jorge Nunes. De acordo com o médico, “estão a ser realizados cerca de 100 testes, mas toda a população de S. Bernardino poderá vir a ser testada, dependendo dos resultados que se verificarem”.

O presidente da Junta de Freguesia de Atouguia da Baleia, Afonso Clara, disse à Lusa que o surto “afecta particularmente S. Bernardino, com cerca de 1.000 habitantes, e Casais do Júlio, com cerca de 100 moradores”, dada a “ligação entre as localidades em que o casario é praticamente contínuo”.

A junta de freguesia emitiu um comunicado “apelando a toda a população que cumpra as normas e mantenha cuidados preventivos acrescidos”, face à dimensão do surto, mas, segundo o autarca, “não está previsto o agravamento de medidas específicas” para aquela povoação do concelho de Peniche.

Segundo o último boletim de situação epidemiológica publicado hoje pela Comissão Distrital de Protecção Civil de Leiria, existem no concelho de Peniche 108 casos ativos de infecção. Desde o início da pandemia foram registados 550 casos positivos, dos quais 426 estão recuperados e 16 pessoas morreram.

Portugal contabiliza pelo menos 6.619 mortos associados à Covid-19 em 394.573 casos confirmados de infecção, segundo o último boletim da Direcção-Geral da Saúde (DGS).

O Estado de Emergência decretado a 9 de Novembro para combater a pandemia foi renovado até 7 de Janeiro, com recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado.

O Governo decidiu manter as medidas previstas para o Natal, mas agravou as do período do Ano Novo, com recolher obrigatório a partir das 23h00 de 31 de Dezembro, e a partir das 13h00 nos dias 1, 2 e 3 de Janeiro. É também proibido circular entre concelhos entre as 00h00 de 31 de Dezembro e as 5h00 de 4 de Janeiro.

O funcionamento dos restaurantes em todo o território continental é permitido até às 22h30 no último dia do ano, e até às 13h00 nos dias 1, 2 e 3 de Janeiro.

Texto: ALVORADA com agência Lusa