Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

OesteCIM vota hoje concurso público para estudar o futuro Hospital do Oeste

OesteCIM bandeiras

A OesteCIM - Comunidade Intermunicipal do Oeste vai votar esta quinta-feira, no Conselho Intermunicipal que se realiza esta manhã, a proposta de abertura do concurso público para a realização do ‘Estudo Sobre o Futuro da Política Pública da Saúde no Oeste’, que inclui que tipo de construção e valências, bem como a localização do futuro Hospital do Oeste. Segundo apurou o ALVORADA junto de fonte oficial, as entidades concorrentes terão um mês para apresentarem uma proposta e, o vencedor do concurso, um prazo de nove meses após a assinatura do contrato para a realização e apresentação do estudo. Trata-se da primeira vez que será realizado este trabalho e que permitirá, no final, que os autarcas oestinos decidam que hospital deve existir para a região e, ainda, a sua localização, pois é um dossiê que terá de gerar um consenso alargado entre os municípios. A proposta final será depois entregue ao Governo para que possa ser negociado o financiamento da sua construção, assim como o horizonte temporal de execução.

Os 12 presidentes de câmara vão também deliberar sobre a adesão da OesteCIM à Associação para o Desenvolvimento do Instituto Superior de Estatística e Gestão de Informação da Universidade Nova de Lisboa. Está também prevista nesta reunião, que decorre a sede da OesteCIM, as Caldas da Rainha, a assinatura de protocolo de cooperação com a Fundação AEP. Sediada o Porto, esta fundação propõe-se desenvolver a sua acção em Portugal e no estrangeiro e tem por fins a “realização, apoio e patrocínio de acções de carácter técnico, promocional, cultural, científico, educativo e formativo que contribuam para o desenvolvimento do empreendedorismo e para a modernização e melhoria de condições na área empresarial” e “a difusão de conhecimentos na área das ciências empresariais, em ordem a apoiar a comunidade, as empresas e os empresários, na resposta aos desafios da sociedade contemporânea“.

A proposta de abertura para o apoio técnico e tecnológico à gestão operacional e administrativa do projecto ao abrigo da Candidatura SmartBeach (praia-inteligente) e a proposta de regimento de organização e funcionamento do Conselho Estação Náutica do Oeste e Criação da Equipa de Projecto Intermunicipal da Estação Náutica do Oeste, são outros dois pontos incluídos na ordem de trabalhos.

Os autarcas oestinos vão também votar a proposta de abertura da prestação de serviços de Revisor Oficial de Contas, bem como os acordos-quadro para fornecimento de contentores de lixo, fornecimento de gás e prestação de serviços de vigilância e segurança. Transportes e outros assuntos de interesse regional concluem a ordem de trabalhos com 12 pontos.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Paulo Ribeiro/ALVORADA (arquivo)