Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

COVID-19: AIRO estima cerca de 10 mil desempregados em empresas da região e o número pode disparar este mês

AIRO logo

A AIRO - Associação Empresarial da Região Oeste revelou hoje um relatório com base numa auscultação directa aos empresários que conclui que possa existir, este mês, cerca de 10.600 desempregados e que 38.778 empresas ponderam fazer despedimentos face à crise económica desencadeada pela pandemia da Covid-19.

O barómetro promovido pela associação, com sede em Caldas da Rainha mas com associados por toda a região, conclui também que “38.456 empresas já foram fortemente afectadas economicamente” e que 5520 empresas apresentaram processos de ‘Layoff’ “total ou parcial”. Existindo na região Oeste cerca de 46.000 empresas, o inquérito que a associação disponibilizou ao ALVORADA permite extrapolar que 14.448 empresas estão com a sua actividade suspensa. O próximo questionário aos empresários oestinos será aplicado até à última semana desde mês, com as conclusões a serem reveladas em Maio. Este primeiro questionário foi efectuado entre o dia 27 de Março e o dia 3 de Abril.

Os dados recolhidos e tratados pela AIRO foram obtidos através de 274 respostas de empresários ao barómetro, tendo sido aceites e validadas 268 respostas. Houve 250 participantes que identificaram o nome da empresa e os que não o fizeram, identificaram o nome do seu representante, sendo assim validado o preenchimento do questionário. Na resposta ao questionário, as 268 respostas validadas representam os diversos sectores de actividade da nossa região, empregando um total de 3644 pessoas. Uma resposta não foi validada por duplicação e também não foram consideradas válidas quatro respostas provenientes de empresas fora do Oeste e uma resposta de teste.

A direcção da AIRO, com estes inquéritos mensais, propõe-se a acompanhar a evolução da pandemia do ponto de vista económico, bem como o seu impacto no Oeste, sendo destinado às empresas sediadas na região. Recorde-se que, tal como revelou o ALVORADA, a associação emitiu um comunicado em defesa das empresas, tendo apresentado um conjunto de “medidas fundamentais” ao Governo “por forma a prevenirmos a pandemia económica”. A instituição destacou na ocasião que o Oeste é uma das regiões de Portugal Continental com maior densidade empresarial, tendo mais de 46.000 empresas e uma população de 357.246 pessoas. Na sequência da pandemia criou um gabinete de gestão de crise para apoio aos seus associados, tendo implementado de forma imediata, a 16 de Março, algumas medidas, nomeadamente sobre os planos de contingência, informação, ‘layoff’ simplificado e apoio jurídico.

Mais pormenores do inquérito promovido pela AIRO poderão ser lidos na próxima edição em papel do ALVORADA.

Texto: ALVORADA