Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: UFLA adia 'Festival da Abóbora' para 2022 e realiza evento ‘Abóboras na Lourinhã’

festivalabobora

‘Abóboras na Lourinhã’ dá nome à iniciativa promovida pela União das Freguesias da Lourinhã e Atalaia (UFLA), entidade organizadora do Festival da Abóbora da Freguesia, e que irá decorrer no fim-de-semana de 30 e 31 de Outubro.

Este evento consiste em colocar abóboras em vários locais da vila, apelar ao comércio tradicional para a decoração das montras com abóboras, bem como realizar uma exposição de abóboras gigantes e de produtores locais na Praça D. Lourenço Vicente, junto ao edifício da Junta de Freguesia, e na Rua João Luís de Moura.

Ainda nestes dias, caso as condições meteorológicas o permitam, serão realizadas actividades exteriores, nomeadamente uma mostra de artesanato, esculturas de abóboras, animação de rua e infantil, pinturas faciais e animação musical itinerante.

O evento decorre no sábado entre as 11h00 e as 19h00, e no domingo entre as 10h00 e as 18h00. As entradas são livres.

Ainda neste âmbito da dinamização da cultura da abóbora e dos produtos locais, a partir de domingo, dia 24 e até 31 de Outubro, a UFLA promove a ‘Semana Gastronómica da Abóbora’, em 11 restaurantes aderentes localizados na freguesia: BioFrade ‘Loja da Horta’; Cervejaria Jardim; Noiva do Mar; Cervejaria Castelo; Chafariz; Terra à Terra; Areal Beach Bistrot by Chakall; Adega do Careca; O Zambujo; Restaurante Hotel Dom Lourenço; e Pizzaria Massa Fina, que contam com inúmeras iguarias preparadas com abóbora.

Num comunicado enviado ao ALVORADA, a UFLA explica que dada a situação epidemiológica actual decidiu adiar para 2022 a 7ª edição do Festival da Abóbora, “mesmo com as medidas menos restritivas da Direcção Geral da Saúde e o ponto de situação do desconfinamento nacional, dada a natureza do evento, no que concerne às acessibilidades e ajuntamento de pessoas dentro e junto do Pavilhão Multiusos da Atalaia, bem como medidas de segurança, limpeza e desinfecção de espaços comuns”.

A UFLA refere ainda lamenta ter de tomar esta decisão “que afecta todos os comerciantes, empresários, artesãos e artistas envolvidos neste grande evento, mas é uma deliberação responsável e necessária ainda, dado o actual contexto, para salvaguardar a saúde de todos”, conclui.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Sofia de Medeiros/ALVORADA (arquivo)