Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: há menos casos activos no concelho da Lourinhã

covid19 M

O concelho da Lourinhã viu descer o número de doentes activos para 26, menos seis que a última informação revelada pelas autoridades oficiais.

De acordo com o boletim de saúde deste sábado e comparando com os registos de quinta-feira, estão ainda 69 (-5) pessoas em confinamento obrigatório decidido pela Autoridade Local de Saúde, 29 (-6) estão em vigilância pelos médicos de Medicina Geral e Familiar e 98 (-11) em isolamento nas suas residências.

Estão recuperadas da doença 1605 (+10) pessoas e o número de doentes confirmados ascende a 1670 (+4).

É 39 o número de óbitos desde o início da pandemia em Portugal, em Março de 2020.

Recorde-se que os dados oficiais são contabilizados e seguidos pela Autoridade Local de Saúde, estrutura do Ministério da Saúde inserida na ARSLVT - Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, que dá posterior conhecimento, a nível local, ao Município da Lourinhã. A informação disponibilizada pode ser assegurada com base diária ou com os resultados acumulados de vários dias.

A informação disponibilizada pela Autoridade Local de Saúde não é segmentada por freguesias, mas sim com o número total do concelho nas diversas valências que são inventariadas.

Em relação à incidência da epidemia, em relação à região Oeste, são nove os concelhos abaixo da linha vermelha de 240 casos por 100 mil habitantes (risco moderado): Cadaval (102) Torres Vedras (182), Alcobaça (201), Lourinhã (202), Caldas da Rainha (208) e Óbidos (225). Arruda dos Vinhos (76) e Bombarral (79) estão com risco baixo a moderado.

Acima da linha vermelha (risco elevado) estão os concelhos: Nazaré (414), Peniche (401), Sobral de Monte Agraço (279) e Alenquer (253). Os dados devem ser interpretados acordando o atraso entre o diagnóstico e a notificação.

Texto: ALVORADA