Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: Surto no Lar Nossa Senhora da Piedade na Cabeça Gorda provocou um óbito

larcabecagorda

O surto de Covid-19 registado na Estrutura Residencial para Pessoas Idosas da Associação para o Desenvolvimento da Cabeça Gorda provou a morte de um utente, revelou hoje em comunicado a Câmara Municipal da Lourinhã. Este caso, que eleva para quatro o número de óbitos causados por esta pandemia no concelho, terá ocorrido no sábado no Hospital de Torres Vedras, unidade que integra o CHO – Centro Hospitalar do Oeste. Segundo os dados revelados pela autarquia, há cinco funcionários e 20 utentes que testaram positivo ao vírus SARS-CoV-2, dos quais um está internado desde sexta-feira no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, devido ao agravamento da situação clínica.

Este surto foi identificado na sexta-feira com três casos positivos do novo coronavírus, tendo então sido decidido pela Autoridade Local de Saúde a testagem universal no dia seguinte de todos os utentes (30) e funcionários (24). Segundo um comunicado da autarquia enviado ao ALVORADA, “no decorrer do dia 12 de Dezembro, a Autoridade de Saúde, em articulação com o Serviço Municipal de Protecção Civil (SMPC), procedeu a uma visita técnica para avaliação dos espaços e medidas a implementar no caso de activação do plano de contingência”. No final do dia de domingo foram apurados os resultados dos testes que mostraram que 25 pessoas estavam infectadas.

Perante o surgimento deste surto, a Autoridade Local de Saúde determinou a activação do plano de contingência e a implementação de acções especificas a realizar nos espaços e serviços da Estrutura Residencial para Pessoas Idosas da Associação para o Desenvolvimento da Cabeça Gorda da instituição, “por forma a separar as áreas e utentes confinados”. Assim, esta segunda-feira, o SMPC procedeu à activação de uma equipa de limpeza para desinfecção total nos pisos 0, 1 e 2 (para a constituição de uma zona de circulação e ‘zona verde’). Adicionalmente, a CML reforçou a instituição com novos EPI’S - equipamentos de protecção individual (fatos, máscaras, viseiras, cobre-botas e luvas). Ao fim da tarde decorreu uma visita técnica por parte da Segurança Social e da Autoridade Local de Saúde, acompanhadas pelo SMPC, “para validação das medidas implementadas na instituição”. Ainda segundo o comunicado da CML, o SMPC continua durante o dia de hoje a monitorizar e a acompanhar a situação em articulação com a Autoridade de Local Saúde, Segurança Social e a própria instituição.

A CML conclui o comunicado com o reforço do pedido para “a necessidade do cumprimento das recomendações das Autoridades de Saúde, através do uso de máscara, lavagem frequente de mãos e cumprimento do distanciamento social, restringindo os contactos sociais ao estritamente necessário. O sucesso do combate a esta pandemia depende do compromisso que cada um de nós deve assumir para a sua protecção e dos que os rodeiam”.

Tal como revelámos ontem, o presidente da direcção da Associação para o Desenvolvimento da Cabeça Gorda confirmou que a primeira utente a testar positivo faz regularmente diálise no Centro Hospitalar do Oeste, mas Paulo Santos desconhece se foi aí que a idosa apanhou o vírus. Todos os infectados com Covid-19 estão isolados na ala vermelha, criada para o efeito no âmbito do plano de contingência da instituição, enquanto que os restantes utentes estão na ala verde. As funcionárias estão em casa a cumprir o isolamento determinado pela Autoridade de Saúde Local. Segundo confirmou a delegada de saúde da Lourinhã ao presidente da associação, os testes de despistagem ao novo coronavírus serão repetidos daqui a sete dias.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Direitos Reservados (arquivo)