Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

COVID-19: Centro de Testes na Lourinhã abrange utentes do Cadaval e integra rede da ARSLVT

Centro Covid Lnh

Entrou ontem em funcionamento, na Lourinhã, o Centro de Testes Covid-19, no âmbito de uma parceria estabelecida entre a Câmara Municipal, ARSLVT - Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, ACES - Agrupamento dos Centros de Saúde Oeste Sul e o Laboratório Germano de Sousa. A funcionar no parque de estacionamento junto ao edifício dos Paços do Concelho, este centro funciona de segunda a sexta-feira, entre as 14h00 e as 17h00, podendo acolher marcações de todo o país mas está particularmente vocacionado para os utentes residentes nos concelhos da Lourinhã e do Cadaval, por determinação da ARSLVT, que financia integralmente a realização dos testes.

Neste momento este centro, que inicialmente estava previsto funcionar no Centro de Saúde da Lourinhã, está capacitado para testar diariamente 44 pessoas mas, segundo o presidente do executivo camarário, João Duarte Carvalho, tem possibilidade de efectuar diariamente mais testes. Estão abrangidos todos os utentes munidos de uma credencial médica que terá de ser origem num serviço do SNS - Serviço Nacional de Saúde, Área Dedicada Covid-19, seguradoras e médicos particulares. A marcação do exame, obrigatória, deve ser feita através de um telefonema para o número verde 800 200 150. A realização destes testes tem lugar numa tenda adquirida para o Serviço Municipal de Protecção Civil, sendo a logística apoiada por uma ‘rulote’ deste serviço e, ainda, por uma carrinha com consultório móvel emprestado pela empresa lourinhanense Clínica Dr. Gomes da Cruz THS.

Até agora os centros de testes mais próximos servidos pelo SNS estavam localizados em Torres Vedras e nas Caldas da Rainha. Na Lourinhã, a testagem está ao encargo de técnicos do Laboratório Germano de Sousa, enquanto que parte do trabalho administrativo e de vigilância é assegurado por funcionários da autarquia. "As pessoas não têm de andar a fazer quilómetros para fazer o teste, o que é positivo", afirmou aos jornalistas Luís Pisco, presidente da ARSLVT. "Ninguém deixará de ser testado", sublinhou o responsável. Na área de jurisdição da ARSLVT estão em funcionamento 43 centros de testes e 35 centros de atendimento para despiste de sintomas da Covid-19.

Mais informação na edição em papel desta sexta-feira do ALVORADA.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Paulo Ribeiro/ALVORADA