Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

COVID-19: Unidades de Saúde Familiar da Lourinhã adoptam medidas de funcionamento

Centro de Saude da Lourinha

No âmbito do combate à pandemia do Covid-19, as duas USF - Unidades de Saúde Familiar da Lourinhã divulgaram, através das suas páginas do Facebook, as alterações de procedimentos que os utentes devem ter durante este período conturbado para os serviços de saúde pública.

USF D. Jordão: todos os utentes devem recorrer à consulta médica e/ou de enfermagem não acompanhados, com excepção das crianças ou doentes com dependência, sendo que neste caso devem ser acompanhados apenas por uma pessoa. De forma a evitar a acumulação de pessoas na sala de espera, solicita-se que o utente recorra à consulta programada apenas 15 minutos antes da hora agendada. Solicita a compreensão e a disponibilidade de todos para evitar uma maior afluência na sala de espera, pelo que se não tiver necessidade premente de se dirigir às instalações da USF, opte por ficar em casa e contactar por telefone (261417951, 261417964 e 261417950) ou por correio electrónico (Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.). “Entraremos em contacto consigo na véspera da consulta de forma a avaliar a necessidade desta se realizar presencialmente. Assim, caso seja possível, tentaremos realizar as consultas por via telefónica, sendo que o médico/enfermeiro irá ligar aproximadamente à hora da consulta”, sublinha a instituição. As justificações para o trabalho de utentes em isolamento profilático são da responsabilidade das Autoridades de Saúde Pública, desde que estes tenham sido recomendados pela Linha de Atendimento ao Médico ou pelas Autoridades de Saúde. Os Certificados de Incapacidade Temporária (CIT), vulgarmente designados como ‘baixas’, dos doentes com Covid-19 serão nesta fase emitidos pelo hospital ou Autoridades de Saúde Pública, pelo que não se deve dirigir à USF para este efeito. Caso vá solicitar o CIT por ter sido enviado para o domicílio pela sua entidade empregadora, até nova orientação, esta decisão e a sua regularização cabe integralmente à entidade empregadora, pelo que não é da responsabilidade da USF. No website da Segurança Social encontra-se disponível uma declaração que se destina à entidade empregadora para justificação da ausência ao trabalho por motivo de encerramento do estabelecimento de ensino ou equipamento social de apoio à primeira infância ou à deficiência do seu filho ou dependente, não devendo dirigir-se à USF para este efeito. “Recorra à USF apenas se estritamente necessário e não o faça caso tenha contactado com um doente com Covid-19, ou caso tenha realizado alguma viagem de risco nos últimos 14 dias. Perante estas situações, deve contactar o SNS 24 (808 24 24 24). Apesar da linha estar congestionada, continue a tentar, já que a Direcção-Geral da Saúde e o Ministério da Saúde estão a reforçar a capacidade de resposta da linha. Se mesmo assim não conseguir, contacte a sua USF através do telefone ou correio electrónico”.

USF São Sebastião: foram introduzidas algumas alterações de funcionamento. Os utentes com consulta agendada, serão contactados (preferencialmente via telefones 261417969/261417988/261417950 ou via electrónica Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.) para desmarcação de consulta e posterior remarcação, “quando nos for possível”. “Pedimos, por isso, que se mantenham contactáveis”, afirma a instituição. Serão mantidas a marcação e realização de consultas de vigilância que forem consideradas inadiáveis: consultas de saúde materna; consultas de Planeamento Familiar, apenas para fornecimento de anticoncepcionais; vacinação até aos 18 meses de idade (inclusive); atendimento em sala de tratamentos; visitas domiciliárias imprescindíveis à continuação de tratamentos; consultas de doença aguda. Se tiver febre, tosse e dores musculares deve permanecer no domicílio e vigiar os sintomas. Se está estável deve aguardar. “Suspeita ter infecção por COVID19 ligue para a Linha Saúde24 - 808 24 24 24. Evite vir directamente à Unidade sem um contacto prévio via telefone ou e-mail”, adverte a instituição. Durante o seu horário de trabalho, cada médico/enfermeiro tentará responder às solicitações da maneira mais célere que lhe for possível e tentará encaminhar da melhor forma. Nestas situações, tendo em conta as recomendações de isolamento social, os utentes devem vir sozinhos ou, se menores, com o máximo de um acompanhante. Para renovação de receituário crónico, deve evitar deslocar-se à USF, devendo o seu pedido ser efectuado via e-mail, deixando o contacto telefónico e email, para envio da receita. Pede-se ainda que indique sempre o número de utente e o nome do médico de família de modo a que os atendimentos sejam mais rápidos.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Sofia de Medeiros/ALVORADA (arquivo)