Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Conselho Permanente dos bispos lembra acção de Jorge Sampaio e Acácio Catarino

CEP 2

O CEP - Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa evocou hoje as figuras do antigo Presidente da República Jorge Sampaio e do antigo presidente da Cáritas Acácio Catarino, que morreram nas últimas semanas.

Reunido em Fátima, o Conselho Permanente dos bispos católicos portugueses recordou a nota que a Conferência Episcopal emitiu no dia da morte de Jorge Sampaio, na qual exprimiu “uma homenagem agradecida pela sua vida plena de humanidade, uma vida dedicada à solidificação da democracia, à defesa dos direitos humanos e ao serviço da causa pública em várias funções autárquicas, nacionais e internacionais, particularmente como Presidente da República de 1996 a 2006”.

“A grande atenção do Dr. Jorge Sampaio às causas humanitárias teve expressão concreta na fundação e presidência da Plataforma Global para Estudantes Sírios em 2013, associação de assistência académica de emergência e solidariedade efectiva que apoiou centenas de estudantes sírios”, lia-se na nora da CEP, que sublinhava, também, “o cargo que exerceu como Alto Representante da Aliança das Civilizações, uma iniciativa da Organização das Nações Unidas para fomentar o diálogo e a cooperação internacionais, interculturais e inter-religiosos contra os radicalismos e extremismos, procurando criar assim uma autêntica rede de solidariedade entre culturas, civilizações e religiões”.

Jorge Sampaio, antigo secretário-geral do PS (1989/1992) e Presidente da República (1996/2006), morreu na sexta-feira, aos 81 anos, no Hospital de Santa Cruz, em Lisboa, onde estava internado desde 27 de Agosto, na sequência de dificuldades respiratórias.

Quanto a Acácio Catarino, considerado um dos ”grandes especialistas portugueses na área da política social e do voluntariado”, morreu no dia 2 de Setembro, aos 86 anos. O Conselho Permanente da CEP recordou “a colaboração que teve com a Igreja” e “o muito que ele deu da sua competência” ao país, “sobretudo na área social”. Recorde-se que Acácio Catarino foi dirigente da Fundação João XXIII/Casa do Oeste, em Ribamar, Lourinhã.

Texto: ALVORADA com agência Lusa