Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Caixas Agrícolas do Bombarral, Torres Vedras, Mafra e Chamusca alvo de modernização tecnológica

modernizacaocaixasagricolasbbrdr

As Caixas Agrícolas do Bombarral, Torres Vedras, Mafra e Chamusca vão ser alvo de uma modernização tecnológica através da Servimútuo, após uma parceria entre a Oracle e a Digital Banking Solutions.

O projecto contempla, para além da implementação do Flexcube da Oracle, como Core Banking System, a implementação de uma solução de Banca Digital em linha com as mais evoluídas soluções do mercado. Serão também implementadas soluções de Risco e Compliance de acordo com as mais recentes normas e procedimentos internacionais.

A contratualização deste projecto ocorreu em Mafra, a 6 de Setembro, onde estiveram presentes os vários responsáveis das várias caixas, bem como os responsáveis da DBS.

Num comunicado enviado ao ALVORADA pelas instituições, é referido que o projecto decorrerá durante os anos de 2022 a 2024, “colocando estas caixas ao nível dos seus sistemas de informação, preparadas para os desafios futuros que se colocam ao sector financeiro, nomeadamente e entre outros, a concorrência crescente em diversos segmentos de negócio, aumento da exigência e mudança nas necessidades dos clientes e a evolução regulamentar, não perdendo, contudo, a sua identidade de forte cariz de proximidade aos seus sócios e clientes”.

Por outro lado, é mencionado que as soluções “serão totalmente implementadas na Cloud”, assegurando-se “exigentes standards” internacionais em termos de segurança, flexibilidade, performance e escalabilidade, “posicionando-se também como instituições focadas no apoio às comunidades onde estão inseridas e com uma visão clara para o futuro”.

O projecto engloba como referido a implementação de soluções nas áreas de risco, compliance, pagamentos e canais digitais, “sendo por isso estruturante e ambicioso, que colocará estas caixas na vanguarda das opções tecnológicas do futuro”.

No projecto está também contemplado a migração de dados históricos, assegurando assim a continuidade das operações. De salientar que os dados são fundamentais para resposta às exigências regulatórias, fidelização e potenciação da relação com os clientes bem como a definição de estratégias de negócio. O projecto salvaguardará “a relação histórica de décadas” destas instituições com as comunidades em que estão inseridas, “focada no desenvolvimento económico das regiões, mas sem perder de vista as preocupações de apoio social e cultural”.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Direitos Reservados