Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Troféu Joaquim Agostinho: ciclista Jonathan Lastra venceu em Sobral de Monte Agraço

Ciclismo GPTV 01072022 1

O ciclista Jonathan Lastra (Caja Rural-Seguros RGA) impôs-se hoje na primeira etapa em linha do Grande Prémio Internacional de Torres Vedras - Troféu Joaquim Agostinho, corrida ao longo de 150,8 quilómetros, entre a Adega Cooperativa de S. Mamede da Ventosa, no concelho de Torres Vedras, e Sobral de Monte Agraço. Tiago Antunes (Efapel Cycling) conserva a camisola amarela.

 A etapa foi animada por uma fuga que prosperou até perto da meta, revela a organização em comunicado enviado ao ALVORADA. A escapada aconteceu pouco depois do quilómetro 30, juntando sete corredores em cabeça-de-corrida, Jacobus Jooste (JV Perfis/Windmob), Márcio Barbosa (ABTF-Feirense), Ángel Madrazo (Burgos-BH), Luís Fernandes (Rádio Popular-Paredes-Boavista), André Ramalho (LA Alumínios-Credibom-MarcosCar), Maurício Moreira (Glassdrive-Q8-Anicolor) e António Ferreira (Kelly-Simoldes-UDO).

Os fugitivos chegaram a ter perto de três minutos de vantagem, mas, nessa altura, quando a meta estava a 60 quilómetros de distância, a Caja Rural-Seguros RGA e a Euskaltel-Euskadi uniram esforços à Efapel Cycling, que vinha comandando a perseguição, começando a reduzir a margem dos atacantes.

O encurtamento da distância levou a que alguns homens da frente abdicassem, ao mesmo tempo que Pedro Silva (Glassdrive-Q8-Anicolor), Joel Nicolau (Caja Rural-Seguros RGA) e Asier Etxeberria (Euskaltel-Euskadi) faziam a “ponte” para a fuga, a 28 quilómetros da meta. O grupo da frente chegou a sonhar com a vitória, entrando ainda com uma pequena vantagem nos derradeiros cinco quilómetros. Mas foram quatro homens vindos de trás que acabariam por discutir o triunfo.

Ciclismo GPTV 01072022 2

Jonathan Lastra foi o mais rápido no ‘sprint’ em subida, cortando a meta com 3h46m22s (média de 39,971 km/h), o mesmo registo que o colega de equipa Fernando Barceló e que Frederico Figueiredo (Glassdrive-Q8-Anicolor), segundo e terceiro, respectivamente. Afonso Eulálio (Glassdrive-Q8-Anicolor) também participou na última e decisiva movimentação, a 3 quilómetros do fim, mas cederia 4 segundos para o vencedor.

Pretendíamos não ter de trabalhar para termos capacidade de fazer ataques na fase final. Mas, na verdade, a fuga ganhou mais tempo do que esperávamos e foi necessário algum esforço de perseguição. Mas correu bem. Infiltrámos o Joel Nicolau na fuga. E, a 5 quilómetros da meta, quando anulámos a fuga, saí eu com outro companheiro e pude ganhar. O circuito de amanhã é duro e no último dia darei tudo o que ainda tiver para conseguir um bom resultado”, afirmou Jonathan Lastra.

Tiago Antunes chegou no oitavo lugar, nas posições cimeiras do pelotão, a 6 segundos do vencedor. Apesar deste “corte” e das bonificações, Tiago Antunes manteve o comando da classificação geral. Tem agora 5 segundos de vantagem sobre Jonathan Lastra e 7 segundos sobre Daniel Freitas (Rádio Popular-Paredes-Boavista), que ocupam as posições imediatas.

Assumimos desde o início da corrida que queríamos ganhar. Estou em excelente forma e a equipa apostou em mim. Tenho de agradecer o trabalho de todos. Hoje foram enormes na defesa da camisola amarela e amanhã faremos tudo para continuarmos na frente. Esta é uma corrida especial para mim. Recordo-me de vir ver o Troféu desde miúdo e ter a oportunidade de disputar a prova e de ser a ‘personagem principal’ é, sem dúvida, muito gratificante”, confessou Tiago Antunes.

A participação na fuga valeu a André Ramalho a camisola da montanha e a Márcio Barbosa o primeiro lugar na geral das metas volantes. Jonathan Lastra comanda por pontos e Xabier Isasa (Euskaltel-Euskadi) é o melhor jovem. Por equipas manda a Euskaltel Euskadi.

Ciclismo GPTV 01072022 3

A segunda etapa em linha, a disputar neste sábado, começa em Atouguia da Baleia, às 12h10, com passagem pelo concelho da Lourinhã, terminando em Torres Vedras, às 15h35, na terceira passagem pela meta, após duas voltas completas ao circuito torriense que inclui das subidas da Serra da Vila e do Varatojo.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografias: Direitos Reservados