Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Câmara do Cadaval espera contar com público no troço do Montejunto do Rally de Lisboa

Raly Montejunto CMC 2021

A organização do Rally de Lisboa espera que a classificativa que vai realizar-se na Serra do Montejunto possa ter público a assistir, a exemplo do que se verificou no Rally de Portugal. O Clube de Promoção de Karting e Automobilismo - CPKA, organizador da competição que vai decorrer no distrito de Lisboa nos dias 26 e 27 de Junho, em troços de asfasto, conta com o apoio da Câmara Municipal do Cadaval, tendo sido celebrado um acordo de colaboração entre as duas entidades. O presidente do CPKA, Humberto Varinhos, marcou presença na sessão que decorreu nos Paços do Município do Cadaval.

Sobre o regresso de um rali à Serra do Montejunto, com a classificativa que fez furor no passado durante várias edições do Rally de Portugal, o presidente do executivo camarário cadavalense, José Bernardo Nunes, fez questão de sublinhar a importância deste troço no historial dos ralis em Portugal: “tivemos sempre uma tradição de ralis na Serra do Montejunto desde há já vários anos. Neste momento, o Rally de Lisboa é um evento para retomar no pós-pandemia e temos esperança que traga divulgação à Serra de Montejunto e que possa proporcionar um bom espectáculo”.

Segundo revela a organização da prova automobilística em comunicado enviado ao ALVORADA, devido à pandemia de Covid-19 ainda existirão condicionantes no acesso ao evento, mas a organização quer reunir todas as condições para que este rali seja uma festa do desporto motorizado e já com público a assistir. Uma opinião que é também partilhada por José Bernardo Nunes. “A nossa intenção é que as pessoas tenham acesso ao evento porque será feito ao ar livre, a serra é muito grande e o troço tem alguma dimensão. Por todos estes motivos estamos convencidos que será possível assistir ao rali desde que sejam cumpridas todas as regras, quer sanitárias quer de segurança do rali, e sendo no verão teremos condições para ter um espectáculo digno desse nome”, revelou o autarca do Cadaval.

O CPKA está já a ultimar os detalhes para a realização da prova. A competição, que este ano é candidata ao Campeonato Sul de Ralis, vai também candidatar-se ao Campeonato de Portugal de Ralis em 2022.

Texto: ALVORADA
Fotografia: CPKA