Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Ténis: Gastão Elias nos quartos-de-final do ‘ATP Challenger 125 Oeiras Open’

Gastao Elias 19052021

O tenista lourinhanense Gastão Elias, bem como os compatriotas Pedro Sousa e Nuno Borges, qualificaram-se, na tarde desta quarta-feira, para os quartos-de-final do quadro principal de singulares do ‘ATP Challenger 125 Oeiras Open’, torneio organizado pela Federação Portuguesa de Ténis no Complexo Desportivo do Jamor entre 16 e 22 de Maio. O caldense Frederico Silva também esteve perto de seguir em frente, mas acabou eliminado.

A fechar o dia ainda houve tempo para mais uma vitória portuguesa no quadro de singulares, com Gastão Elias (316.º) a derrotar o número 94 mundial, o argentino, Federico Coria, por 6-4, 4-6 e 6-4, para somar a primeira vitória sobre um adversário do top ‘100’ desde Fevereiro de 2018 e garantir o regresso ao grupo dos 300 primeiros do ‘ranking’ ATP. Gastão Elias, embora tenha sido obrigado a jogar três ‘sets’, conseguiu somar mais uma vitória, ao fim de 2h09m de jogo.

Tenho este ténis dentro de mim e tenho mais, espero eu (risos). Estava mais preocupado na primeira ronda para ver como seria, apesar de ter experiência em jogar depois de longas paragens, o que tem acontecido nos últimos anos. Mas ao mesmo tempo estava confiante porque fisicamente estou bem e porque me senti a jogar bem nos últimos dois ‘Challengers’. O que queria era dar continuidade ao bom encontro na primeira ronda, sobretudo para subir no ‘ranking’, e foi isso que consegui”, explicou o jogador da Lourinhã após a vitória, que lhe permitiu marcar encontro com o prodígio espanhol Carlos Alcaraz, de apenas 18 anos (deu a volta ao norte-americano Brandon Nakashima num duelo #NextGen para vencer por 3-6, 6-4 e 6-4). “Ele é já uma estrela e tem batido grandes nomes no circuito. Vai ser mais uma forma de medir o meu estado e o meu actual momento de forma. Espero que a minha experiência me ajude nalgumas coisas e estou animado para saber como será o meu encontro contra esta promessa do ténis mundial”, acrescentou Gastão Elias.

Frederico Silva, que atingiu esta semana o melhor ‘ranking’ da carreira na 169.ª, posição perdeu frente ao sétimo cabeça-de-série, o argentino Facundo Bagnis (105.º), que, apesar de ter conquistado o primeiro parcial, não resistiu e cedeu por 2-6, 6-4 e 6-2, em 2h21m.

Nos quartos de final, o jogador da Lourinhã, número 358 do mundo e antigo ‘top 60’, terá como adversário o jovem prodígio Carlos Alcaraz (114.º ATP), de 18 anos, que superou o norte-americano Brandon Nakashima, com os parciais de 3-6, 6-4 e 6-4.

Texto: ALVORADA com Gabinete de Imprensa do ATP Challenger 125 Oeiras Open
Fotografia: Sara Falcão/GIATPC125OO