Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Obras de reparação do IP6 entre Óbidos e Peniche arrancam finalmente na terça-feira

IP6 visita do Governo

As obras de reparação do Itinerário Principal 6 (IP6) entre Óbidos e Peniche vão começar na terça-feira e vão decorrer até ao final do ano, anunciou a empresa pública Infraestruturas de Portugal (IP). Com um custo de 2,5 milhões de euros, a empreitada engloba a reparação de duas zonas do IP6, no sentido Óbidos-Peniche: junto do viaduto do Olho Marinho, ao quilómetro 13,6, e na zona de aterro entre os quilómetros 14,1 e 14,4.

Nas frentes de obra, vão ser construídos muros de suporte em betão armado, fundados sobre estacas, cobertos por solos compactados para evitar o deslizamento de terras. Com esta intervenção, a IP acredita conseguir “a reposição integral das condições de mobilidade e segurança no trajeto entre Peniche e Óbidos” daquela via. Em Abril, o Tribunal de Contas deu visto à empreitada, que esteve para começar em meados de Maio. Fonte oficial da IP explicou à agência Lusa que o IMTT - Instituto de Mobilidade e dos Transportes Terrestres solicitou documentos à IP que vieram atrasar o início da obra.

O troço em causa está desde 2017 encerrado ao trânsito, devido à abertura de fendas no pavimento. O trânsito foi fechado e a circulação em ambos os sentidos passou a fazer-se pela faixa de rodagem contrária e com condicionamento de velocidade, na sequência de um acidente ocorrido em meados de Junho de 2017, em que o despiste de um veículo foi causado pela existência de fendas que atingem uma altura de 60 centímetros e uma largura de 20 centímetros. A IP, responsável pela conservação da via, esclareceu que, devido a “características específicas no subsolo”, os abatimentos do piso “foram sendo alvo de correcção”, mas que a resolução do problema só poderia ser feita depois de conhecidos os resultados de um estudo geotécnico encomendado também em 2017.

O concurso público foi lançado em Abril de 2018 e, já este ano, a empreitada foi adjudicada, mas o contrato aguardava autorização do Tribunal de Contas. O secretário de Estado Estado das Infraestruturas, Guilherme d’Oliveira Martins, acompanhado pelo presidente da IP, António Laranjo, e do presidente da Câmara Municipal de Peniche, Henrique Bertino, visitaram o local e procedeu à assinatura do contrato de adjudicação em nome do Governo dos trabalhos com a empresa vencedora do concurso público. As obras vão assim decorrer em pleno Verão, altura do ano em que este troço do IP6 tem mais trânsito devido ao aumento de turistas que procuram as praias do concelho de Peniche.

Numa das últimas sessões da Assembleia Municipal de Peniche, o presidente da Junta de Freguesia da Serra d’El Rei, Jorge Amador, reafirmou a sua “preocupação pela não evolução da obra e pela situação em que se encontra a via”. O autarca comunista alertou que “aquela via deve ser olhada com muita responsabilidade, porque ninguém quer que se repita na região o que aconteceu em Borba”, onde o deslizamento de terras e o colapso de uma estrada provocaram cinco mortos.

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: Paulo Ribeiro/ALVORADA (arquivo)