Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Projecto ‘Promoção do Espírito Empresarial do Oeste’ teve sessão de encerramento nas Caldas da Rainha

OesteCIM sessao

A OesteCIM - Comunidade Intermunicipal do Oeste, em parceria com a AIRO - Associação Empresarial da Região Oeste, promoveu a sessão de encerramento do projecto ‘Promoção do Espírito Empresarial do Oeste’, numa sessão realizada na sede da instituição intermunicipal nas Caldas da Rainha. A sessão de abertura foi realizada pelo Primeiro Secretário da OesteCIM, Paulo Simões, e pelo representante da AIRO, Jorge Barosa.

O dirigente associativo da organização sediada na cidade termal salientou o facto deste projecto de promoção do empreendedorismo ter envolvido mais de 8000 pessoas, com "uma onda muito positiva na região que tem de ser aproveitada". Paulo Simões, por outro lado, realçou a importância do apoio ao empreendedorismo e de perceber, em política pública, quais os problemas que os empreendedores têm depois de constituírem a empresa. O responsável revelou que a OesteCIM está a pensar fazer uma plataforma de ‘crowdfunding’, ou seja, de recolha de financiamento junto da sociedade. "É importante mantermos a cultura do empreendedorismo acesa, mas, ao mesmo tempo e paralelamente, constituirmos um modelo de ‘crowdfunding’ para apoio aos nossos empreendedores."

Depois da sessão de abertura foi apresentado o estudo sobre o turismo na região Oeste que revelou a existência de pouca percepção sobre a localização da nossa região e o produto turístico que oferece. Na apresentação concluiu-se que é necessário mapear a oferta e organizar todos os municípios para falarem numa só voz e alterar a percepção do turista, criando nele a noção de "distância curta" em relação ao Oeste.

No seminário foi ainda apresentado o projecto ‘FORTITUDE’, que visa apoiar o empreendedor e combater as maiores causas de insucesso das ideias de negócio. Para tal, o projecto analisa, em primeiro lugar, as necessidades de mercado para, a partir daí, formar uma equipa especializada e testar a ideia para que o empreendedor se foque apenas no crescimento do negócio.

No final do seminário, Paulo Simões fez um balanço positivo do projecto, agradecendo a participação e apoio de todos e aproveitou para lançar o desafio aos presentes para olharem para a gestão de dados como combustível da nova economia. "Peço aos empreendedores que olhem para este nicho de mercado, pois tem muito valor económico e há muitas oportunidades para esta área de negócio", sublinhou o responsável da OesteCIM.

Texto: ALVORADA
Fotografia: Direitos Reservados