Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

GNR: detido grupo que actuava nos concelhos da Lourinhã, Torres Vedras e Cadaval

detencaognr

Três homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 25 e os 59 anos, foram detidos esta terça-feira, dia 4, por furtos de máquinas de tabaco, nos distritos de Lisboa e Santarém.

A operação foi o culminar de uma investigação do Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial de Torres Vedras que decorria há cerca de seis meses e visava a prática de crimes de furto qualificado, em que o grupo actuava de forma organizada e tinha como modus operandi a pré-selecção de estabelecimentos comerciais, procedendo ao arrombamento das portas, levando as máquinas de tabaco e outros artigos e equipamentos. Posteriormente desmantelavam as máquinas e vendiam as suas peças, escoando o tabaco por vários receptadores particulares no distrito de Lisboa.

Segundo um comunicado enviado ao ALVORADA, a GNR informa que o grupo actuava nos concelhos da Lourinhã, Torres Vedras e Cadaval e a operação desenvolveu-se nas localidades de Torres Vedras, Alenquer e Santarém, tendo sido realizadas 14 buscas, das quais 12 domiciliárias e duas em veículos.

As buscas resultaram na apreensão de aços de tabaco; sete armas de fogo; um bastão extensível; uma faca de abertura automática (tipo ponta-e-mola); nove televisores (LCD, plasmas); 12 botijas de gás; três tablets e um portátil; duas consolas de jogos; um ciclomotor; 19 telemóveis; uma máquina fotográfica e uma coluna bluetooth; vários electrodomésticos e  diversas ferramentas eléctricas utilizadas na prática dos furtos; diversos artigos e peças de máquinas desmanteladas; e 1.810 euros em numerário.

Segundo o mesmo comunicado, o grupo é ainda suspeito de se dedicar a furtos de artigos religiosos em cemitérios, tendo sido apreendidas dezenas de figuras religiosas e de ornamentação.

Os quatro detidos, na sua maioria com antecedentes criminais relacionados com o mesmo tipo de crime, serão presentes amanhã, dia 6, no Tribunal da Comarca de Lisboa Norte - Torres Vedras. Um dos detidos, por ter pendente um mandado de detenção e condução para cumprimento de prisão efectiva, foi encaminhado para o Estabelecimento Prisional das Caldas da Rainha.

Esta operação envolveu 80 militares das diversas valências da GNR e contou com o apoio da Polícia de Segurança Pública.

Fotografia: Direitos Reservados