Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

‘EcoMAR’ disponibiliza um milhão de euros

Fotografia: Paulo Ribeiro/Jornal ALVORADA

sectordaspescas

O GAL - Grupo de Acção Local ‘ecoMAR’, que abrange as freguesias costeiras dos concelhos da Lourinhã e de Torres Vedras, dispõe ainda de cerca de um milhão de euros para apoios a projectos que sejam desenvolvidos nestes territórios e que estejam directamente relacionados com o mar. Constituída inicialmente pelos dois municípios, esta DBLC - Desenvolvimento Local de Base Comunitária, com sede na Maceira, no concelho torriense, é actualmente composta por 35 parceiros dos dois municípios e gere verbas que são atribuídas pelo Programa Operacional Mar 2020 (Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas) e do Programa Operacional Centro 2020 (Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro).

Com a presença de cerca de duas dezenas de interessados, durante a sessão de divulgação promovida pelo ‘ecoMAR’ e Junta de Freguesia de Ribamar no passado dia 15, no Espaço Museológico da vila, localizado na antiga escola primária, a Unidade Técnica de Apoio da associação, constituída por três técnicos, deu a conhecer as candidaturas para quem estiver interessado em aproveitar esta oportunidade para realizar projectos de investimento.

Os apoios das diversas medidas podem ascender a 50% a fundo perdido, sendo uma das condições que o investimento esteja localizado numa das cinco freguesias abrangidas pelo ‘ecoMAR’: União das Freguesias de Lourinhã e Atalaia, Ribamar, União das Freguesias de A-dos-Cunhados e Maceira, Silveira e São Pedro da Cadeira. No âmbito do Programa Operacional Mar 2020, dos 1.587.913,25 euros iniciais, depois de realizada a primeira fase de concursos, restam agora 663.037 euros para novos projectos em sete áreas de investimento: qualificação escolar e profissional relacionada com o meio Aquático (254.623,33 euros); preservação, conservação e valorização dos elementos patrimoniais e dos recursos naturais e paisagísticos (417.049,80 euros); reforço da competitividade da pesca (327.120 euros); reforço da competitividade do turismo (250.908,12 euros); promoção de produtos locais de qualidade (71.816 euros); melhoria dos circuitos de bens alimentares e mercados locais, no âmbito do mar (101.896 euros).

Mais informação na edição impressa do jornal ALVORADA