Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: Medidas restritivas que se aplicam aos concelhos em risco elevado e muito elevado

Covid 19

O concelho da Lourinhã está entre os 60 dos 278 concelhos de Portugal continental que estão, a partir deste sábado, em risco elevado ou muito elevado de incidência de Covid-19, mais 15 que na semana passada, ficando sujeitos a medidas mais restritivas, inclusive recolher obrigatório à noite.

De acordo com a resolução do Conselho de Ministros hoje publicada, e que entra em vigor às 00h00, a “situação epidemiológica em Portugal mantém-se numa fase de aumento do nível de incidência, do número de infectados e do número de internados”, continuando a justificar-se a vigência da situação de calamidade, que é prorrogada até às 23h59 do dia 25 de Julho.

Assim, passam a estar em risco muito elevado de incidência de Covid-19 33 concelhos, quando na semana passada eram 19. Já em risco elevado estão 27 concelhos, mais um do que na semana anterior.

MEDIDAS QUE SE APLICAM AOS CONCELHOS EM RISCO MUITO ELEVADO

- Teletrabalho obrigatório quando as funções o permitam.

- Permissão de funcionamento de restaurantes, cafés e pastelarias até às 22h30 durante a semana.

- Exigência de certificado digital ou teste negativo no acesso a restaurantes para serviço de refeições no interior às sextas-feiras a partir das 19h00 e aos sábados, domingos e feriados durante todo o dia. O funcionamento destes estabelecimentos é permitido até às 22h30. Esta regra entra em vigor às 15h30 de sábado.

- Exigência de certificado digital ou teste negativo para o acesso a estabelecimentos turísticos e de alojamento local.

- Número de pessoas por mesa limitado a quatro no interior e seis na esplanada.

- Limitação de circulação na via pública entre as 23h00 e as 5h00.

- Espectáculos culturais até às 22h30.

- Permissão de prática de actividade física ao ar livre até seis pessoas e ginásios sem aulas de grupo.

- Casamentos e batizados com 25% da lotação.

- Funcionamento de comércio a retalho alimentar até às 21h00 durante a semana e até às 19h00 ao fim-de-semana e feriados.

- Funcionamento de comércio a retalho não-alimentar até às 21h00 durante a semana e até às 15h30 ao fim-de-semana e feriados.

- Permissão de prática de modalidades desportivas de médio risco, sem público.

- Eventos em exterior com diminuição de lotação, a definir pela Direcção-Geral da Saúde.

- Lojas de Cidadão com atendimento presencial por marcação.

33 CONCELHOS EM RISCO MUITO ELEVADO: Albufeira, Alcochete, Almada, Amadora, Arruda dos Vinhos, Avis, Barreiro, Cascais, Faro, Lagos, Lisboa, Loulé, Loures, Lourinhã, Mafra, Mira, Moita, Montijo, Mourão, Nazaré, Odivelas, Oeiras, Olhão, Porto, Santo Tirso, São Brás de Alportel, Seixal, Sesimbra, Silves, Sintra, Sobral de Monte Agraço, Vagos e Vila Franca de Xira.

MEDIDAS QUE SE APLICAM AOS CONCELHOS EM RISCO ELEVADO

- Teletrabalho obrigatório quando as funções o permitam.

- Permissão de funcionamento de restaurantes, cafés e pastelarias até às 22h30 durante a semana.

- Exigência de certificado digital ou teste negativo no acesso a restaurantes para serviço de refeições no interior às sextas-feiras a partir das 19h00 e aos sábados, domingos e feriados durante todo o dia. O funcionamento destes estabelecimentos é permitido até às 22h30. Esta regra entra em vigor às 15h30 de sábado.

- Exigência de certificado digital ou teste negativo para o acesso a estabelecimentos turísticos e de alojamento local.

- Número de pessoas por mesa limitado a seis no interior e 10 na esplanada.

- Limitação de circulação na via pública entre as 23h00 e as 5h00.

- Espectáculos culturais até às 22h30.

- Casamentos e baptizados com 50% da lotação.

- Funcionamento de comércio a retalho alimentar, não-alimentar e serviços até às 21h00.

- Permissão de prática de todas as modalidades desportivas, sem público.

- Permissão da prática de actividade física ao ar livre e em ginásios.

- Eventos em exterior com diminuição de lotação a definir pela Direcção-Geral da Saúde.

- Lojas de Cidadão com atendimento presencial por marcação.

27 CONCELHOS EM RISCO ELEVADO: Albergaria-a-Velha, Alenquer, Aveiro, Azambuja, Bombarral, Braga, Cartaxo, Constância, Ílhavo, Lagoa, Matosinhos, Óbidos, Palmela, Paredes de Coura, Portimão, Rio Maior, Salvaterra de Magos, Santarém, Setúbal, Sines, Torres Vedras, Trancoso, Trofa, Viana do Alentejo, Vila Nova de Famalicão, Vila Nova de Gaia e Viseu.

34 CONCELHOS EM ESTADO DE ALERTA: Alcobaça, Arouca, Arraiolos, Barcelos, Batalha, Benavente, Caldas da Rainha, Cantanhede, Carregal do Sal, Castro Marim, Chaves, Coimbra, Elvas, Espinho, Figueira da Foz, Gondomar, Guimarães, Leiria, Lousada, Maia, Monchique, Montemor-o-Novo, Oliveira do Bairro, Paredes, Pedrógão Grande, Peniche, Porto de Mós, Póvoa de Varzim, Reguengos de Monsaraz, Santiago do Cacém, Tavira, Valongo, Vila do Bispo e Vila Real de Santo António.

Texto: ALVORADA com agência Lusa