Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Vinte listas no Círculo Eleitoral de Lisboa para as eleições legislativas de 6 de Outubro

eleicoes legislativas

Vinte forças políticas concorrem pelo Círculo Eleitoral de Lisboa às eleições legislativas de 6 de Outubro, com a maioria dos líderes partidários a encabeçarem as listas pela capital, onde se elege o maior número de deputados, 48. De acordo com o auto do sorteio afixado no Palácio da Justiça, em Lisboa, a CDU será a primeira força política a constar no boletim de voto em Lisboa e o ‘estreante’ Chega o último.

Como habitualmente, a maioria dos partidos apresentam pelo círculo da capital os seus líderes ou figuras mais destacadas: pelo PS, é cabeça-de-lista o secretário-geral e Primeiro-Ministro António Costa, pelo CDS a presidente Assunção Cristas, pela coligação CDU o secretário-geral do PCP Jerónimo de Sousa, pelo PAN o porta-voz e deputado único André Silva e pela Aliança o líder e ex-Primeiro Ministro Pedro Santana Lopes.

Já no PSD e BE, os líderes Rui Rio e Catarina Martins optaram por ser candidatos pelo Porto, com a vereadora lisboeta Filipa Roseta e a dirigente e deputada Mariana Mortágua a encabeçarem as listas social-democrata e bloquista por Lisboa.

Também os líderes do Chega, Nós, Cidadãos!, PPM e PNR candidatam os seus líderes como cabeças-de-lista por Lisboa, respectivamente, André Ventura, Mendo Henriques, Nuno da Câmara Pereira e José Pinto Coelho.

O presidente do PURP, Fernando Loureiro, será também número um pelo círculo da capital, lugar que na lista do MAS será ocupado pela figura mais mediática do partido, Gil Garcia, e na do MPT pelo provável futuro presidente desta força política, Manuel Ramos.

Pelo PDR será cabeça-de-lista por Lisboa o ex-porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas, Pardal Henriques, pelo Livre a activista pelos direitos humanos Joacine Katar Moreira e, pelo PTP, Gonçalo Madaleno, que já foi o candidato do partido nas europeias.

O PCTP-MRPP terá como cabeça-de-lista neste círculo Maria Cidália Guerreiro, a Iniciativa Liberal João Cotrim Figueiredo e o RIR a jornalista Margarida Loureiro.

O círculo de Lisboa é o que elege mais deputados: 48 (mais um do que em 2015) do total de 230 assentos da Assembleia da República.

Nas legislativas de 2015, no círculo de Lisboa os 47 deputados foram distribuídos pela coligação Portugal à Frente (que juntava PSD e CDS-PP), que elegeu 18, tal como o PS, seguidos por BE e CDU com cinco deputados por Lisboa e o PAN, que elegeu por este círculo o seu único deputado da legislatura. Há quatro anos, votaram neste distrito 60% dos eleitores inscritos, num total de 1.152.050 votantes. Apesar de terem eleito o mesmo número de deputados, a coligação PaF ficou em primeiro lugar com 34,68% dos votos, com o PS a conseguir 33,54%.

Em 2015, António Costa, Jerónimo de Sousa, Mariana Mortágua e André Silva já tinham sido cabeças-de-lista por Lisboa. Também os então líderes do PSD e do CDS-PP, então Pedro Passos Coelho e Paulo Portas, foram os primeiros dois nomes da PaF pela capital.

Texto: ALVORADA com agência Lusa