Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Politécnico de Leiria: Chatbot Sofia facilita o acesso à informação e o atendimento à comunidade académica

IPL

Chama-se Sofia e nasceu para facilitar o acesso à informação, simplificando a disponibilização de conteúdo através das dúvidas e questões colocadas, e melhorar o modelo de atendimento dos serviços do Politécnico de Leiria. Disponível no website da instituição, o chatbot registava no início de Julho, após cerca de oito meses em funcionamento, 3.370 utilizadores e 17.470 mensagens/questões recebidas, tendo o bot entendido 90% das perguntas.

Privilegiando uma comunicação ágil com a comunidade académica e a sociedade em geral, o Politécnico de Leiria - que está presente no Oeste com escolas nas Caldas da Rainha, Peniche e Torres Vedras - é uma das primeiras instituições de ensino superior em Portugal a proporcionar um assistente virtual disponível 24 horas por dia e acessível em qualquer lugar, desde que exista uma ligação à Internet.

Segundo explica em comunicado o presidente do Politécnico de Leiria, "a necessidade desta ferramenta digital surgiu face ao elevado volume de solicitações e a necessidade de encontrarmos soluções digitais inteligentes e complementares ao atendimento presencia. Integrado num claro investimento na melhoria da qualidade dos serviços, sustentabilidade e trabalho em rede, o Politécnico de Leiria tem vindo a apostar na modernização e na melhoria contínua dos seus serviços e infraestruturas de suporte. Esta estratégia de transformação digital está alinhada com os desafios globais da sustentabilidade, digitalização, resiliência e coesão social", afirmou Rui Pedrosa.

O chatbot foi desenvolvido de forma colaborativa com a Inetum, com base numa solução própria de inovação da empresa, o BotFoundry, que permite gerir os conteúdos integrados e assegurar o processamento de uma linguagem natural.

"Através de serviços de inteligência artificial e de machine learning, esta solução está em constante e intensa formação de modo a estar preparada para responder às dúvidas de estudantes e outros utilizadores. Desta forma, é possível melhorar as respostas de acordo com o tipo de questões que são efectuadas e o nível de satisfação em relação aos resultados obtidos", esclarece Abel Costa, Managing Director Portugal & Group VP da Inetum. "Estamos muito satisfeitos por saber que esta solução permite ao Politécnico de Leiria estar mais próximo da sua comunidade académica. Trata-se de um projeto em contínua evolução que iremos apoiar e fazer progredir", acrescentou.

O projecto, de acordo com o presidente do Politécnico de Leiria, "envolve um estudo piloto inovador de utilização da tecnologia chatbot nas actividades pedagógicas, com estudantes e outros utilizadores, explorando-se assim novos caminhos da utilização da Inteligência Artificial no ensino".

Para a concretização dos objectivos traçados pelo Politécnico de Leiria, têm sido fundamentais os Sistemas de Apoio à transformação digital da Administração Pública - Apoios SAMA - através dos quais foram alcançadas melhorias significativas em áreas como: o Datacenter e a segurança física dos dados e das plataformas; a Digitalização dos Processos, com evoluções ao nível da gestão dos pedidos ou registos de presença, e uma nova Intranet para centralização dos processos; a Virtualização, para um posto de trabalho mais seguro, com menor consumo energético; os Sistemas de Apoio à Gestão; e a Cibersegurança.

"É como parte integrante deste plano estratégico, com o objectivo de melhorar o Modelo de Atendimento, que surge o chatbot Sofia, integrado no campo INTELLIGENCE, de Inteligência Artificial. Um projecto que integra a componente da inovação e abre portas para novas evoluções, a par da melhoria na satisfação da nossa comunidade académica", afirma Rui Pedrosa.

No âmbito do SAMA, entre os projectos mais recentes, destacam-se o INTELLIGENCE (onde se enquadra o assistente virtual do Politécnico de Leiria), o INTERAGE, o CIENT e o SAS SOCIAL, num valor global de investimento próximo dos cinco milhões de euros.

Texto: ALVORADA