Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Viaturas da GNR vão passar a ter novas cores

GNR novas cores viaturas

As viaturas da Guarda Nacional Republicana (GNR) vão adoptar uma nova caracterização, passando os carros que patrulham o trânsito a ter listas laranja fluorescente e o dispositivo territorial verde fluorescente, indicou hoje a corporação.

“A evolução da caracterização das viaturas operacionais da Guarda, mantém o respeito pela imagem e cultura organizacional, e passará a combinar nas novas viaturas a cor branca de fundo e o reforço das cores reflectoras de alta visibilidade laranja/amarela e verde, com maior incidência na parte traseira, permitindo um maior reconhecimento durante o dia e noite, a distâncias elevadas”, refere um comunicado da GNR.

A major Mafalda Almeida, do comando-geral da GNR, disse à Lusa que as novas viaturas adquiridas pela GNR - apresentadas durante a cerimónia que assinalou o aniversário da corporação - têm listas amarelas e laranja fluorescentes no caso dos carros de fiscalização de trânsito, enquanto a frota do patrulhamento territorial terá listas amarelas e verdes fluorescentes. Actualmente os carros da GNR são brancos e verdes ou cinza e verde.

Mafalda Almeida explicou que a prioridade não será mudar a caracterização das viaturas já existentes, mas sim adoptar as novas cores nos carros adquiridos a partir de agora. A mesma responsável frisou que esta mudança ocorre não apenas “numa lógica de modernidade”, mas também de segurança no sentido de “aumentar a sinalização das viaturas” e de visibilidade da patrulha, especialmente quando estão paradas nas autoestradas. “Esta nova caracterização visa conciliar a modernidade e um incremento da visibilidade das viaturas operacionais, sempre na salvaguarda da segurança dos militares e dos próprios meios da Guarda, sobretudo em ambiente de fiscalização rodoviária”, refere a GNR.

Texto: ALVORADA com agência Lusa