Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: Bares e discotecas com apoio de 'lay-off' simplificado na ‘semana de contenção’

Covid 10

Os bares e as discotecas vão poder beneficiar do ‘lay-off’ simplificado quando estiverem encerrados na chamada “semana de contenção” à pandemia Covid-19, entre 2 e 9 de Janeiro, disse hoje fonte do Ministério do Trabalho.

O Primeiro-Ministro anunciou esta quinta-feira, após reunião de Conselho de Ministros, que a entrada nos espaços de diversão nocturna vai estar sujeita à apresentação de teste negativo à Covid-19, mesmo para vacinados, a partir de 1 de Dezembro, e que bares e discotecas vão encerrar entre 2 e 9 de Janeiro para “contenção” de contactos e prevenção de contágios após o Natal e Ano Novo.

Fonte do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social disse à Lusa que o mecanismo criado pelo Governo para apoiar as empresas durante o período de confinamento vai ser “retomado automaticamente naquela semana de contenção” porque as empresas fecham “por ordem governativa”. “Vão actuar os mesmos mecanismos que já actuaram anteriormente, nomeadamente o apoio ao ‘lay-off’ simplificado”, disse a mesma fonte.

A entrada nos bares com espaço de dança e discotecas, que abriram em 1 de Outubro depois de encerrados cerca de 19 meses devido à pandemia, estava até agora cingida apenas à apresentação do certificado digital, que podia ser relativo a vacinação, recuperação ou de realização de teste negativo.

O encerramento das discotecas e dos bares, de 2 a 9 de Janeiro, decorre numa "semana de contenção de contactos", referiu o Primeiro-Ministro, em que também as escolas estarão fechadas e o teletrabalho voltará a ser obrigatório.

Desde 1 de Agosto, os bares e outros estabelecimentos de bebidas puderam funcionar desde que com as regras aplicadas à restauração, abertura até às 2h00 com limites de lotação e sem espaços de dança. Os bares que recusassem funcionar com as regras da restauração e as discotecas permaneceriam encerrados até 1 de Outubro.

Texto: ALVORADA com agência Lusa