Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Campanha Pirilampo Mágico 2021: boneco já está à venda nas lojas CTT

pirilampoctt2021

Os CTT - Correios de Portugal voltam, este ano, a associar-se à comercialização do Pirilampo Mágico, que já está disponível nas lojas CTT. A campanha arrancou no passado dia 15 de Outubro e prolonga-se até 7 de Novembro depois de, em 2020, devido à pandemia de Covid-19, não ter sido possível realizá-la.

O Pirilampo Mágico é hoje a maior campanha anual da FENACERCI. A causa social a que está associado - o apoio a crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual e/ou multideficiência - confere a este ícone um estatuto de grande credibilidade e impacto mediático que muito tem contribuído, através da angariação de fundos, para o sucesso das intervenções desenvolvidas junto destes concidadãos. A iniciativa envolve cerca de 85 organizações sem fins lucrativos e mobiliza milhares de pessoas entre familiares, técnicos e cidadãos anónimos.

Desde 2006, primeiro ano em que os CTT participaram na campanha, já foram vendidos cerca de 450 mil Pirilampos Mágicos nas lojas CTT. Esta iniciativa insere-se no âmbito da política de Responsabilidade Social Empresarial (SER) e desenvolvimento sustentável dos CTT. O valor da comercialização dos Pirilampos é restituído na totalidade à organização, sendo que os CTT não têm margem comercial neste produto.

Para Miguel Salema Garção, Diretor de Marca, Comunicação e Sustentabilidade dos CTT, “é com grande orgulho que nos voltamos, este ano, a associar à causa do Pirilampo Mágico, contribuindo para fazer chegar ajuda a quem mais precisa. O apoio às populações e a solidariedade fazem parte do ADN dos CTT e, por isso, aproveitamos mais uma vez a capilaridade da nossa rede de retalho para a comercialização dos Pirilampos, ajudando a fazer a diferença”.

Os CTT participam em várias iniciativas de solidariedade social, tendo por exemplo, em 2019, promovido a recolha de donativos para enviar para Moçambique após a catástrofe provocada pelo Ciclone IDAI, no âmbito da campanha “Feito de Esperança”, que recolheu nas lojas CTT 70 toneladas de roupas doadas pelos portugueses, através de 200 mil Embalagens Solidárias, recebidas localmente pelos Correios de Moçambique.

A empresa mantém ainda o programa de voluntariado Mentoring EPIS/CTT, apesar das restrições impostas pela pandemia de Covid-19, será brevemente lançada a 4.ª edição com voluntários e explicadores CTT para apoiar jovens em risco de insucesso escolar. Os CTT oferecem computadores para alguns dos alunos poderem acompanhar o ensino à distância.

Num comunicado enviado ao ALVORADA  empresa revela que a política de mecenato social e ambiental dos CTT "tem dado prioridade aos temas da pobreza e da exclusão social, cultura, língua, desporto para pessoas com deficiência, saúde, solidariedade, biodiversidade e inovação".

No contexto da solidariedade, por exemplo, os CTT entregaram, no ano passado, cinco computadores à Associação “Nasce e Renasce para apoiar as suas necessidades informáticas, enviaram 2 000 máscaras sociais produzidas a partir de cachecóis da Selecção Nacional em stock na Federação Portuguesa de Futebol (FPF), tendo a receita sido alocada à Rede de Emergência Alimentar.

O ano passado também, em plena crise pandémica, os CTT apoiaram a Cruz Vermelha Portuguesa, com a campanha “Eu ajudo quem ajuda”, para angariar fundos para a compra de equipamentos de protecção individual e de bens alimentares. Por cada postal personalizado, 0,50 € revertia para o movimento da Cruz Vermelha Portuguesa. Esta iniciativa pretendeu "aproximar gerações, encurtar distância e agradecer às equipas da linha da frente no combate à pandemia", concluiu o comunicado.

Texto: ALVORADA