Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: Taxa de incidência elevada entre 20 e 29 anos e a subir nos mais idosos

covid19

A taxa de incidência de infecções por Covid-19, acumulada a 14 dias, é mais elevada entre os 20 e os 29 anos, mas o maior aumento registou-se nas pessoas com mais de 80 anos.

Segundo o relatório de "monitorização das linhas vermelhas para a Covid-19", da Direcção-Geral de Saúde (DGS) e do Instituto Nacional Doutor Ricardo Jorge (INSA), "todos os grupos etários apresentam uma tendência crescente da incidência", embora haja duas faixas etárias destacadas: A dos 20 aos 29 anos e a partir dos 80 anos. "O grupo etário com incidência cumulativa a 14 dias mais elevada correspondeu ao grupo dos 20 aos 29 anos (1.000 casos por 100.000 habitantes)", o que representa um aumento de 14% face à semana anterior.

No caso das pessoas infectadas com mais de 80 anos, a incidência era de 128 casos por 100.000 habitantes, o que significa um crescimento de 54% em relação ao observado na semana anterior. Segundo a DGS e o INSA, esta subida nas pessoas mais idosas "poderá vir a traduzir-se no aumento de internamentos e mortes nas próximas semanas".

No documento lê-se que há "uma actividade epidémica de SARS-CoV-2 de elevada intensidade e tendência crescente, disseminada em todo o país e que afecta todas as idades, actualmente com maior impacto" nas regiões Algarve (968/100.000), Lisboa e Vale do Tejo (513/100.000) e Norte (425/100.000).

Segundo o relatório, a 21 de Julho, quarta-feira, a incidência cumulativa a 14 dias foi de 427 casos por 100.000 habitantes em Portugal.

O índice de transmissibilidade (Rt) foi de 1,07 a nível nacional, o que significa que "desceu em todas as regiões, indicando uma desaceleração da transmissibilidade da infecção, embora ainda com tendência crescente".

O número diário de casos de Covid-19 internados em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) no continente também revela uma "tendência crescente", com 178 doentes, "correspondendo a 70% do valor crítico definido de 255 camas ocupadas".

Na última semana foram realizados 449.570 testes (na semana anterior tinham sido 432.966) e a proporção de testes positivos para SARS-CoV-2 foi de 5,2% (na semana passada era de 4,9%).

Texto: ALVORADA com agência Lusa