Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: Mais 25 pessoas internadas, 902 novas infecções e duas mortes

covid 19 6

Portugal tem hoje mais 25 pessoas internadas com Covid-19, 902 novos casos de infecção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e duas mortes atribuídas à doença nas últimas 24 horas.

No boletim epidemiológico da Direcção-Geral da Saúde (DGS) assinala-se que estão hoje internadas 502 pessoas com Covid-19,o número mais elevado desde 6 de Abril, quando estavam hospitalizadas 504 pessoas. Nas unidades de cuidados intensivos estão 115 pessoas, menos uma nas últimas 24 horas. A área de Lisboa e Vale do Tejo tem 56,4% do total das novas infecções, concentrando 509 novos casos. As duas mortes nas últimas 24 horas ocorreram na Região de Lisboa e Vale do Tejo e na Região Norte.

Os dados divulgados pela DGS mostram também que há mais 292 casos activos, totalizando 32.071 e que 608 foram dadas como recuperados nas últimas 24 horas, o que aumenta o total nacional para 826.292 recuperados.

Desde o início da pandemia, em Março de 2020, morreram em Portugal 17.086 pessoas e foram registados 875.449 casos de infecção. O número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde subiu em 731, totalizando 50.051.

A incidência da infecção com o coronavírus SARS-CoV-2 em Portugal continental continua a subir, estando hoje nos 161,7 casos por 100.000 habitantes, assim como na totalidade do território que é agora de 158,5, revelam dados oficiais. Na sexta-feira, a incidência da infecção com o coronavírus SARS-CoV-2 em Portugal continental nos 138,7 casos por 100.000 habitantes, enquanto o valor para a totalidade do território se situava nos 137,5.

De acordo com o boletim epidemiológico conjunto da Direcção-Geral da Saúde (DGS) e do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), o índice de transmissibilidade (Rt) registou uma descida de 1,14 para 1,13 em todo o território nacional e de 1,15 para 1,14 em Portugal continental. Os dados do índice de transmissibilidade e da incidência a 14 dias são actualizados à segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira.

Na Região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 509 novas infecções, contabilizando-se até agora 337.737 casos e 7.255 mortos. A Região Norte tem hoje 203 novas infecções por SARS-CoV-2, totalizando 345.029 casos de infecção e 5.364 mortes desde o início da pandemia. Na Região Centro registaram-se mais 45 casos, acumulando-se 121.731 infecções e 3.027 mortos. No Alentejo foram assinalados mais 18 casos, totalizando 30.903 infeções e 972 mortos desde o início da pandemia. Na Região do Algarve o boletim de hoje revela que foram registados 100 casos, acumulando-se 24.055 infecções e 365 mortos. A Região Autónoma da Madeira registou 10 casos, somando 9.897 infecções e 69 mortes devido à Covid-19 desde Março de 2020. Os Açores têm hoje 17 novos caso contabilizando 6.097 casos e 34 mortos desde o início da pandemia.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

O novo coronavírus já infectou em Portugal pelo menos 398.789 homens e 476.219 mulheres, mostram os dados da DGS, segundo os quais há 441 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que esta informação não é fornecida de forma automática. Do total de vítimas mortais, 8.969 eram homens e 8.117 mulheres. O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos. Do total de mortes, 11.215 eram pessoas com mais de 80 anos, 3.646 com idades entre os 70 e os 79 anos, e 1.539 tinham entre os 60 e os 69 anos.

A pandemia de Covid-19 provocou pelo menos 3.925.816 de vítimas em todo o mundo, resultantes de 181.026.547 casos de infecção diagnosticados oficialmente, segundo o balanço feito pela agência de notícias francesa AFP.

Texto: ALVORADA com agência Lusa