Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Covid-19: ‘Task force’ não prevê constrangimentos na vacinação neste trimestre

Covid 19 Plano de vacinacao

A ‘task force’ que coordena a vacinação contra a Covid-19 confirmou hoje que o plano não deverá sofrer constrangimentos neste trimestre, devido às restrições etárias para o uso das vacinas da Janssen e da AstraZeneca.

“No presente trimestre, tendo em conta as faixas etárias a vacinar, não se prevê nenhum constrangimento ao plano de vacinação”, adiantou hoje à Lusa a estrutura liderada pelo vice-almirante Henrique Gouveia e Melo que coordena a logística da vacinação em Portugal. Segundo a ‘task force’, neste momento estão a ser estudadas várias estratégias para a utilização das vacinas da Janssen (do grupo Johnson & Johnson), de toma única, e da AstraZeneca, de duas doses, quando a população acima dos 50 anos estiver vacinada.

Se não existirem contratempos na entrega das vacinas que estão previstas chegar a Portugal, a ‘task force’ tem definida a meta de ter 70% da população vacinada com a primeira dose contra o vírus SARS-CoV-2 entre o final de Julho e Agosto.

Até domingo, já foram administradas mais de 3,8 milhões de vacinas em Portugal continental, sendo cerca 2,8 milhões de primeiras doses e pouco mais de um milhão de segundas doses. A administração das vacinas da Janssen e da AstraZeneca contra a Covid-19 são recomendadas para as pessoas com mais de 50 anos e de 60 anos, respectivamente.

Estas recomendações de idade surgem na sequência da Agência Europeia de Medicamentos (EMA na sigla em inglês) ter identificado uma ligação entre estes fármacos e casos muito raros de formação de coágulos sanguíneos em pessoas que as receberam, mas garantiu que os benefícios das duas vacinas superam largamente os riscos dos efeitos secundários.

Normas recentes da Direcção-Geral da Saúde preveem também que as pessoas que estejam fora das idades recomendadas e que pretendam receber uma destas vacinas, podem fazê-lo, desde que aceitem a dar o seu consentimento informado sobre os benefícios e os riscos.

Na semana passada, Portugal atingiu o objectivo definido de vacinar cerca de 100 mil pessoas por dia, antecipando em uma semana a meta definida na segunda fase do plano que prevê a vacinação em massa dos portugueses.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.294.812 mortos no mundo, resultantes de mais de 158,2 milhões de casos de infecção, segundo um balanço feito pela agência de notícias francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.993 pessoas dos 839.740 casos de infecção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direcção-Geral da Saúde.

Texto: ALVORADA com agência Lusa