Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Protecção Civil emite aviso à população por causa do tempo frio

ANPC 2

A Protecção Civil emitiu hoje um aviso à população devido à previsão de frio, chuva e vento, recomendando à população que tome medidas de prevenção e dê especial atenção ao uso de equipamentos de combustão.

O aviso à população da Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil (ANEPC) tem por base informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) que prevê para hoje e para amanhã tempo frio, com temperaturas mínimas a variar entre os -4 e os 8 graus celsius e as máximas entre os 5 e os 17 graus, e vento que pode ser forte nas terras altas.

Está também prevista neblina ou nevoeiro matinal, chuva, formação de gelo e geada e neve nas terras altas (700/900 metros), principalmente a sul do território, mais provável em S. Mamede, na quarta e quinta-feira.

Tendo em conta as previsões do IPMA, a Protecção Civil pede à população especial atenção aos aquecimentos com combustão (como por exemplo braseiras e lareiras), que podem causar intoxicação devido à acumulação de monóxido de carbono e levar à morte, recomendando ventilação dos espaços.

Alerta igualmente para os incêndios em habitações, resultantes da má utilização de lareiras e braseiras ou de avarias em circuitos eléctricos, e para o aumento do risco associado ao tráfego rodoviário, quer pela queda de neve nas vias, quer pela formação de gelo.

A ANEPC destaca também a necessidade de especial atenção aos grupos populacionais mais vulneráveis, crianças, idosos e pessoas portadoras de patologias crónicas e população sem-abrigo.

Face à situação meteorológica, a ANEPC recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adopção de comportamentos adequados, pelo que, e em particular nas zonas historicamente mais vulneráveis, recomenda a observação e divulgação das principais medidas de autoprotecção para estas situações.

Nesse sentido, aconselha que se evite a exposição prolongada ao frio e às mudanças bruscas de temperatura, a manter o corpo quente, através do uso de várias camadas de roupa, folgada e adaptada à temperatura ambiente, proteger as extremidades do corpo (usando luvas, gorro, meias quentes e cachecol) e calçado quente e antiderrapante e ingestão de sopas e bebidas quentes, evitando o álcool que proporciona uma falsa sensação de calor.

Uma adequada ventilação das habitações, quando não for possível evitar o uso de braseiras ou lareiras, o uso de dispositivos de aquecimento durante o sono, desligando sempre quaisquer aparelhos antes de se deitar e atenção à condução em locais onde se forme gelo na estrada, adoptando uma condução defensiva são outras recomendações da ANEPC.

No aviso, a ANEPC aconselha ainda a população a estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Protecção Civil e forças de segurança.

Texto: ALVORADA com agência Lusa