Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Assinatura Digital

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Segurança Rodoviária, PSP e GNR vão controlar excesso de velocidade em operação conjunta

ANSR 3

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), GNR e PSP realizam, a partir desta terça-feira, a campanha ‘Viajar sem Pressa’ para alertar para os riscos da condução em excesso de velocidade, foi hoje anunciado.

Num comunicado conjunto, a ANSR, Guarda Nacional Republicana e Polícia de Segurança Pública indicam que a campanha, que vai decorrer até dia 19, está inserida no Plano Nacional de Fiscalização de 2020 e vai colocar nas estradas mais radares para controlar o excesso de velocidade.

A campanha tem como objectivo alertar para os riscos da condução em excesso de velocidade, tendo em conta que esta é umas das principais causas dos acidentes nas estradas, e integrar acções de sensibilização da ANSR e operações de fiscalização realizadas pela GNR e PSP, bem como fiscalização através da rede nacional de radares, sublinham as três entidades.

A ANSR, PSP e GNR precisam que as acções de sensibilização vão ocorrer em simultâneo com operações de fiscalização que se vão realizar na avenida Marechal Gomes da Costa, no Porto, na Estrada Nacional (EN) 14 em Arnoso Santa Maria, Braga, na avenida Comunidade Europeia, em Leiria, na EN 119 em Biscainho, Santarém, na A1 em Alverca e na avenida Infante D. Henrique, em Santa Apolónia, em Lisboa.

A ANSR, a GNR e a PSP relembram que os limites de velocidade e as regras relativas à sua moderação existem para a protecção de todos, especialmente dos mais vulneráveis, pelo que o seu cumprimento é vital. De acordo com o comunicado, a velocidade é a principal causa de um terço de todos acidentes mortais.

O Plano Nacional de Fiscalização, enquadrado no Plano Estratégico Nacional de Segurança Rodoviária (PENSE 2020), prevê a realização de campanhas de sensibilização em simultâneo com operações de fiscalização, em locais onde ocorrem regularmente infrações que representam um risco acrescido para a ocorrência de acidentes.

Texto: ALVORADA com agência Lusa