Pesquisa   Facebook Jornal Alvorada
Login

Login na sua conta

Username *
Password *
Lembrar-me

Criar uma conta

Campos marcados com (*) são obrigatórios.
Nome *
Username *
Password *
Confirmar Password *
Email *
Confirmar email *
Captcha *
Reload Captcha

Presidente da Assembleia da República quer Duarte Pacheco como presidente da União Interparlamentar

Duarte Pacheco

O presidente da Assembleia da República formalizou a candidatura do deputado oestino do PSD Duarte Pacheco a presidente da União Interparlamentar, cujas eleições estão previstas para o final deste ano, lê-se numa nota publicada na página oficial do Parlamento.

Membro da mesa da Assembleia da República desde 1991 e economista, o sobralense Duarte Pacheco é o coordenador da bancada do PSD na Comissão Parlamentar de Orçamento e Finanças, fazendo ainda parte da Comissão de Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas. É, ao nível partidário, presidente da comissão política do PSD/Área Oeste, que abrange as concelhias da Lourinhã, Cadaval, Alenquer, Torres Vedras, Sobral de Monte Agraço e Arruda dos Vinhos.

Numa carta endereçada ao secretário-geral da União Interparlamentar, Martin Chungong, Ferro Rodrigues formalizou a candidatura do deputado social-democrata a esta organização internacional de parlamentos de Estados soberanos, que foi criada em 1894, com 179 parlamentos membros e 13 membros associados. Ferro Rodrigues salientou "a energia e o dinamismo de Duarte Pacheco enquanto membro da delegação portuguesa à União Interparlamentar" e "dirigiu-se igualmente aos presidentes dos parlamentos membros da União Interparlamentar, a quem solicitou o apoio à candidatura" do deputado do PSD.

Numa declaração publicada na página oficial da Assembleia da República, Duarte Pacheco diz que se candidata a presidente da organização por acreditar que a União Interparlamentar "é o fórum ideal para alcançar os objetivos de sucesso que se desejam para a Humanidade". Na carta de apresentação da sua candidatura, o deputado do PSD defende "um mundo com mais igualdade, coesão social, paz, melhor qualidade ambiental, capaz de enfrentar os desafios que atualmente se colocam ao nível global".

Texto: ALVORADA com agência Lusa
Fotografia: Sofia de Medeiros/ALVORADA (arquivo)